Galaxy S9 e S9 + mudou o conceito do Slow Motion e é muito divertido brincar com o recurso

Com os grandes saltos que a tecnologia móvel deu nos últimos anos, tem se tornado cada vez mais díficil para as fabricantes de smartphones apresentarem diferenciais que realmente captem a atenção do consumidor. Mas ainda assim, companhias como Sony e Samsung começam a tentar chamar atenção com a atualização de um recurso já bem conhecido pelos usuários, o slow-motion.

Visto que modelos anteriores já trazem sensores capazes de realizar capturas de múltiplos quadros em pouco espaço de tempo, é bem provável que a novidade pareça desinteressante para alguns desavisados. Isto porque estamos falando do modo “Super Slow Motion”, que é nada mais que uma evolução do recurso apresentado a alguns anos atrás.

Dando as caras pela primeira vez através da poderosa câmera do Xperia XZ Premium, o super slow motion utiliza de uma captura de absurdos 1000 quadros por segundo, reproduzindo um surpreendente efeito, visto antes apenas em câmeras realmente dedicadas a função.

Ainda que a Sony não tenha conseguido criar um grande interesse ao redor do recurso, a Samsung vem trazendo a novidade como um dos principais elementos que compõe os destaques das novas câmeras dos recém anunciados Galaxy S9 e S9+, apostando em seu potencial apelo ao consumidor.

Aprimorando o que foi apresentado inicialmente pela japonesa, os novos modelos são capazes de capturar 0.2 segundos de ação, estendendo para 0.6 segundos em seu resultado final, isso é mais do que o dobro que o seu concorrente. Ainda que os números aparentem pouco expressivos, na pratica se mostra realmente impressionante.

O Galaxy S9 e S9+ apresentados oficialmente no dia 25, já estão disponíveis para pré-vendas em alguns mercados, e deverão chegar aos demais mercados a partir de 16 março. Seria o Super Slow-Motion a função que fará dos novos flagships da Samsung a sua escolha para este ano?

Fonte

Sobre André Portella

Estudante de TI, viciado em música, adorador de tecnologia e games.