Não é só a Microsoft: Lenovo demite 2% dos 55.000 funcionários mundialmente

motorola-lenovo

Quando foi adquirida pelo Google, a divisão Motorola contava com 20.000 funcionários. Três anos depois, no ato da venda para a Lenovo o quadro já havia sido reduzido para apenas 3.500. Hoje, os chineses mantém apenas 1.200 desse quadro. Pouco demais não é? Pois bem, esse número vai encolher ainda mais.

De acordo com um comunicado oficial por parte da Lenovo, a empresa pretende reduzir mais funcionários dos seus  700 que se encontram em atividade na fabrica de Chicago, deixando apenas quinhentos colaboradores. Isso se deve pelo fato de que a central nos EUA será definitivamente fechada e a Lenovo deve manter apenas a linha Moto e seus assets, transferindo toda a produção para a China para manter contratos de produção somente com a Foxconn, o que fica bem mais em conta do que empregar mais funcionários.

As demissões citadas acima, é apenas uma parte do que a Lenovo declara em seu comunicado oficial:

A Lenovo anunciou hoje uma ação de recursos que impacta menos de dois por cento de seus aproximadamente 55 mil empregados em todo o mundo. A maioria das posições que estão sendo eliminadas fazem parte da estratégia de integração entre a Lenovo e seus negócios de smartphone da Motorola, enquanto a companhia alinha sua organização e agiliza seu catálogo para competir de uma melhor maneira no mercado global de smartphones.

A Lenovo está também realizando ajustes em outras áreas de negócios como parte de seu contínuo esforço em gerenciar custos, melhorar a eficiência e apoiar a melhoria contínua no desempenho financeiro global. Essas ações nunca são fáceis, mas são parte necessária de nosso esforço contínuo para garantir crescimento rentável a longo prazo em todos os nossos negócios.

A Lenovo está absolutamente comprometida com Chicago e planejamos manter nossa sede da Motorola Mobility lá. A cidade possui uma merecida reputação por excelência técnica e esperamos aproveitar o talento local para continuar a desenvolver os produtos Moto na região.

Nos últimos tempos temos visto diversas empresa realizando mudanças drásticas em seus setores, mudanças globais por sinal. Ao que parece, todas essas mudanças de estratégia se deve pelo fato de que a competição está cada vez mais acirrada entre elas e, sendo assim, todo tipo de economia se deve por em prática.

Via Fonte

Sobre Uanderson Conceição

Chief executive officer (CEO) na empresa Meu-Smartphone. Youtuber, adora praticar Downhill Mountain Bike, entusiasta da natureza e acredita soberanamente em Deus.