Presidente da Sony explica o motivo da empresa continuar insistir no mercado de Smartphones

O mercado de smartphones se mostra cada vez mais acirrado ao passar dos anos. Com a diminuição dos esforços inovadores, não é surpresa ver diversas marcas batendo em retirada, deixando o campo cada vez mais limitado entre as gigantes marcas. Em meio a este cenário, certamente você já deve ter se perguntando como a Sony vem sobrevivendo até hoje não é mesmo?

Tendo surgido com uma proposta interessante, a Sony lançou a sua linha de smartphones Xperia com Android ao fim de trazer integração entre os populares dispositivos, com o sucesso obtido pela marca Playstation, transformando isto em um fator de compra interessante para os milhões de clientes que adquiriram o console. Contudo, o alto preço praticado pela japonesa e os lançamentos de aparelhos topo de linha a cada 6 meses, foram responsáveis por afastar gradualmente os consumidores e enfraquecer a marca em relação aos concorrentes.

Mesmo apresentando números baixos por períodos contínuos, a empresa segue renovando as suas linhas e até mesmo investindo em aparelhos com chipsets de última geração, telas com resolução 4K e afins. “Como a japonesa torna estes esforços possíveis” é a grande dúvida que Kazuo Hirai, presidente da Sony ficou encarregado de responder. Segundo Hirai, o objetivo não é concorrer com grandes marcas como Apple e Samsung, mas sim manter as relações entre as parceiras e operadoras, impedindo a morte desta divisão para que a empresa esteja pronta para a “próxima mudança de paradigma”, se posicionando assim, um passo a frente em direção ao futuro da comunicação.

Uma mudança de paradigma na forma como nos comunicamos uns com os outros ocorre a cada 10 anos ou mais. Se não permanecemos no negócio, então ficamos de fora e não conseguiremos acompanhar a próxima mudança de paradigma na comunicação. Basicamente jogamos uma toalha e perdemos todos os relacionamentos com nossos varejistas e operadoras em todo o mundo. Se fizermos isso, então a qualquer ideia que possamos ter, não seremos capazes de trazer ao mercado com rapidez suficiente.“-Kazuo Hirai, presidente, Sony.

Assim como a Microsoft e Apple, muitas empresas estão de olho na próxima tendência do mundo da comunicação, mesmo sem saber exatamente quando ele ocorrerá e nem o que será. A Sony reforça o palpite popular ao trazer apostas fortes que estão sobre as tecnologias de realidade aumentada e virtual (AR e VR), ainda que o desafio da praticidade e preço seja um obstaculo a ser batido. Com os esforços do Playstation VR podemos notar que a companhia está se preparando para este futuro e não vai jogar a bandeira tão facilmente.

Fonte.

Sobre André Portella

Estudante de TI, viciado em música, adorador de tecnologia e games.