Surface Laptop é lançado oficialmente como o primeiro dispositivo a rodar o Windows 10 S

O evento #MicrosoftEDU fez a cidade de Nova York vibrar com as diversas novidades anunciadas. Após a oficialização do Windows 10 S (anteriormente conhecido como Windows 10 Cloud) e a disponibilização do Office completo através da Windows Store, a empresa pegou a todos de surpresa com o anuncio de um novo dispositivo para a linha Surface.

Inaugurando a nova derivação do Windows 10 como o primeiro hardware disponível, o Surface Laptop surgiu como uma agradável surpresa já que nada foi vazado antes de hoje, em meio a um mercado cheio de vazamentos e palpites. Ainda que não seja uma das esperadas atualizações para o Surface Book ou Surface Pro, o novo dispositivo complementa bem a família e auxilia a concorrência contra os Chromebooks ao oferecer um aparelho consistente e confiável.

Contudo, este não é mais um Notebook que vira tablet e vise-versa, mas sim um Laptop, de fato. Aparentemente a marca “Surface” aqui tem o papel de correlacionar a proposta ao nome da Microsoft, ao invés de reforçar o conceito da linha em geral, já que o aparelho não apresenta nenhuma ideia ousada ou inovadora. Trata-se de um interessante laptop com Windows 10 S, sobre o padrão de qualidade da Microsoft, mas não tão diferente de um Macbook convencional, por exemplo.

Na sua construção, o aparelho contará com processadores intel i-Series, corpo fino e leve em alumínio e teclado grande e espaçoso para melhor conforto do usuário. A tela oferecida possui resolução QHD e a conectividade com apenas dois conectores na sua lateral, dependendo do Surface Connect oferecido na caixa para se conectar a outros acessórios.

Essa é a primeira vez que a Microsoft se empenha para concorrer com os Chromebooks, visto que a proposta da Google vem ganhando espaço entre os estudantes em alguns mercados. Ainda que já existissem versões simplificadas do sistema nas edições anteriores do Windows, nunca houve um enfoque da empresa tão direcionado a este mercado, algo sempre foi deixado ao encargo das suas parcerias. O reforço da Microsoft a nicho vem mostrando que a companhia está de olhos abertos ao que vem por trás da sua liderança.

Via

Sobre André Portella

Estudante de TI, viciado em música, adorador de tecnologia e games.