União Europeia fecha o cerco e coloca o Google no banco dos réus

apps google

A União Europeia pode estar prestes a travar uma longa batalha judicial contra o Google. O problema? os Google Apps pré-instalados nos aparelhos.

Um dos pontos levantados por Margrethe Vestager, agente de competição da UE, é que para ela, a empresa tem uma vantagem desleal, já que diminui a competitividade ao reduzir as chances de novos desenvolvedores atingirem os usuários.

A ideia é processar o Google da mesma forma que a UE fez no passado com a Microsoft.O processo durou quase 10 anos e a gigante pagou 2 bilhões de euros em multa. Tudo isso porque o Media Player vinha instalado de fábrica nos computadores com Windows.

Para Vestager, os Google Apps agiriam da mesma forma que o Media Player, dificultando a inovação.

Uma das preocupações foi o efeito sobre a inovação. Se o leitor da Microsoft já estava lá quando você comprou o PC, seria difícil convencer as pessoas a tentarem uma alternativa. Uma grande desvantagem para os desenvolvedores.

A empresa ainda disse que seus apps não limita a concorrência e que os usuários podem instalar facilmente novos aplicativos através da Play Store. Caso o Google seja condenado, a multa estimada é de 10% do faturamento. Só no ano passado a empresa registrou US$ 74,5 bilhões..

O Google ainda lembrou que a Samsung pré-instala o Facebook e os apps da Microsoft em seus smartphones, mas a UE disse que a dona do Android não é a Samsung, mas sim o Google. O Google além de pagar a multa pode ser obrigada a não pré-instalar seus serviços no Android, como: Gmail, Search, Youtube…

FONTE: Financial Times

Sobre Uanderson Conceição

Chief executive officer (CEO) na empresa Meu-Smartphone. Youtuber, adora praticar Downhill Mountain Bike, entusiasta da natureza e acredita soberanamente em Deus.