7 problemas mais recorrentes nos celulares; especialmente em Xiaomi’s

Graças a facilidade do seu manuseio e as inúmeras possibilidades trazidas por suas aplicações, os smartphones se tornaram parte integral do nosso cotidiano, sendo objetos indispensáveis para os mais diversos tipos de consumidores.

Quanto mais capacidades embarcadas em um aparelho, mais complexo pode ser o funcionamento do sistema que roda por trás, logo, diversos bugs e defeitos menores podem surgir a medida em que o usuário o utiliza. Nestes casos, muitas vezes a primeira solução pensada é contatar a assistência técnica, contudo, é provável que você mesmo possa corrigir estas falhas. Conheça agora alguns dos problemas mais recorrentes em um smartphone e algumas dicas de como resolve-los:

1. Auto falantes “duplos” em dispositivos Xiaomi

Por ter duas saídas similares em sua parte inferior, muitos aparelhos intermediários da companhia chinesa geram confusão aos seus usuários, uma vez que estes pensam tratar-se de uma configuração estéreo. Este não é o caso entre os dispositivos de gama média, já que a Xiaomi não costuma equipa-los com mais de um auto-falante, deixando a outra saída para captação de áudio através de um microfone.

2. Baixa autonomia da bateria de um celular novo

Ao comprar um aparelho novo, não é incomum que o usuário questione a duração da sua bateria. Ainda que muitos acreditem tratar-se de algum defeito em sua unidade, é importante lembrar que a primeira semana com um novo dispositivo é sempre atípica, já que você estará conhecendo novas funções,configurando backups e instalando aplicações a todo momento, gerando um consumo acima do comum.

Após familiarizado com as novidades, a tendência é que o usuário passe a utilizar o smartphone de modo mais moderado, podendo assim visualizar a real duração da sua bateria em relação ao dispositivo anterior.

3. Umidade na carcaça do dispositivo

Com dispositivos cada vez maiores, não é incomum optar por uma vestimenta onde os bolsos disponíveis não possam comporta-lo, obrigando o usuário a transporta-lo em sua cintura. Sendo também uma ação recorrente em moradores de cidades com altos níveis de criminalidade, a pratica pode ter sua utilidade, mas pode trazer grandes prejuízos também.

Isso se deve ao fato de que esta região costuma transpirar bastante, expondo o seu aparelho a uma umidade nociva. Vale ressaltar que o suor do corpo pode trazer um desgaste muito maior ao seu aparelho que outros líquidos, como a própria água da chuva.

4. Sensor de Proximidade nos aparelhos Xiaomi

Alguns modelos da Xioami (o Redmi Note 7 é um dos principais exemplos) tem apresentado bugs no sensor de proximidade localizado ao topo do aparelho. Isso pode ser observado essencialmente sob o uso do Whatsapp, visto que ao tentar reproduzir os áudios de modo discreto em seu auto falante superior, geralmente não acontece o reconhecimento do sensor.

Uma resolução simples para o aparelho é a reinicialização, visto que o sistema recupera a funcionalidade e elimina o bug no processo, ainda que temporariamente. A falha deve ser resolvida em uma atualização, contudo, até que haja a ação da fabricante essa é a solução mais eficaz.

5. Wi-fi desconectando constantemente

Comumente apontada como um problema, a desconexão automática do dispositivo após um certo período de ociosidade raramente indica um real problema na unidade analisada. Na grande maioria dos casos trata-se de alguma configuração referente a modificação da sua fabricante, em prol da preservação da bateria.

Em outros casos, isso pode estar ligado a má configuração do roteador da sua casa, ou até mesmo o mal funcionamento do mesmo, valendo o teste em outros smartphones ou até mesmo a troca do roteador. Apenas após verificar estes pontos, deverá ser considerada a assistência técnica.

6. Travamentos e Lentidões após grandes atualizações

Diferente das atualizações mensais de segurança e/ou pequenas correções, as grandes atualizações de sistema são processos que geram grandes alterações sobre os arquivos do seu aparelho.

Deste modo, não é incomum presenciar grandes bugs, travamentos e lentidões em aparelhos após finalizado este processo. Mesmo que de fato, isso devesse ser precavido por boas otimizações do fabricante, a melhor opção para o usuário é sempre a restauração para as configurações de fabrica, resetando estes dados e prevendo qualquer mal funcionamento que a atualização pudesse causar.

7. Superaquecimento do Smartphone

Desde que os smartphones se tornaram capazes de realizar tarefas muito mais complexas que apenas realizar ligações e navegar em sites, tem tornado-se comum encontrar usuários que apontem estar sofrendo com casos de superaquecimento em seus aparelhos. Ainda que isso possa ser um sinal de um funcionamento defeituoso de alguma peça, na maioria dos casos trata-se de alguma inconsistência no sistema e entre seus aplicativos.

Deste modo, é sempre recomendado verificar através das ferramentas do próprio sistema quais são as aplicações que consomem mais recursos do seu smartphone, possibilitando assim comparar com relatos de outros usuários ao fim de identificar alguma incompatibilidade ou má otimização da solução para o seu dispositivo. Atualizações de sistema também podem ocasionar em aquecimentos indesejados, sendo a restauração do sistema a solução ideal.

Sobre André Portella

Estudante de TI, viciado em música, adorador de tecnologia e games.