A capital de mercado da Microsoft superou US $ 500 bilhões pela primeira vez em 14 anos

A Microsoft pode está com as “pernas bambas” no setor de telefonia móvel, mas isso não significa que a empresa está falindo ou algo do tipo, muito pelo contrário, a gigante de Redmond começou o ano de 2017 “rindo á toa”. A empresa relatou uma receita de US$ 26,1 bilhões para o Q2 de 2017 ontem. Hoje, o site Reuters está informando que o valor de mercado da Microsoft superou os US$ 500 bilhões pela primeira vez desde março de 2000.

Em fevereiro de 2014, quando Nadella assumiu o cargo de CEO, o valor de mercado da Microsoft era de cerca de US$ 315 bilhões. Apesar disso, a Microsoft ainda fica atrás da Apple que detém um valor de mercado de US$ 642 bilhões e da Alphabet (empresa-mãe do Google), com seus US$ 570 bilhões. O Relatório de lucros da Microsoft superou as expectativas dos analistas – na verdade, o lucro da gigante do software e suas receitas superaram as expectativas do Wall Street em 7 dos últimos 8 trimestres.

A gigante de Redmond foi avaliada em exatamente US$ 510,37 bilhões, e não só isso, as ações da empresa fundada por Bill Gates subiram 2,1% para US$ 65,64.

Dinheiro é o que não falta no bolso da companhia, e uma razão para ela tirar dinheiro de onde entra para colocar onde precisa, que seria o setor móvel. Resta saber o que a empresa pretende trazer ao mercado com tamanho poder econômico. Novos aparelhos da linha Surface, mudanças no LinkedIn e Office, ou o tão aguardado Surface Phone?

Via

Sobre Uanderson Conceição

Chief executive officer (CEO) na empresa Meu-Smartphone. Youtuber, adora praticar Downhill Mountain Bike, entusiasta da natureza e acredita soberanamente em Deus.