A Samsung manteve o botão Home físico em seus smartphones por muito tempo, mas os novos relatos que surgiram na web, apontam para a remoção desse botão ao menos na próxima geração do seu smartphone topo de linha, o Galaxy S8. E que ainda há planos para expandir mais a tela para cobrir completamente a área frontal.

As teclas de controles abaixo do visor vão se tornar virtuais, talvez com a implementação de um leitor de impressões digitais ultra-sônico da Qualcomm, que ficará oculto abaixo do vidro (Algo que a Xiaomi fez no Mix 5s e Mi Mi).

A tela em si continuará a ser do tipo Super AMOLED, mas que pode trazer melhorias com a PenTile. Sim, ainda devemos ver as clássicas curvas nas bordas do display que terá um tamanho aproximado em 5.1 “e 5.5” ( talvez maior).

Informações internas originados da fabrica, afirmam que a Samsung tem  como objetivo liberar o Galaxy S8 para venda já em março, mas os extensos testes podem retardar a liberação para o próximo mês, ou seja, em abril.

Alegadamente, a configuração de câmera dupla já foi desfeito – o que significa que a empresa desistiu de trazer uma câmera com dois sensores na parte traseira – que iria rivalizar com seus concorrentes. Em vez disso, a Samsung pode se concentrar em melhorias de software como uma assistente digital Viv Labs – empresa adquirida recentemente pela Samsung.

Claro, nada disso foi confirmado ainda pela Samsung, mas como a empresa vem enfrentando fortes concorrências, é muito provável que o novo smartphone traga algum tipo de inovação em diversas seções.

Via

A Samsung manteve o botão Home físico em seus smartphones por muito tempo, mas os novos relatos que surgiram na web, apontam para a remoção desse botão ao menos na próxima geração do seu smartphone topo de linha, o Galaxy S8. E que ainda há planos para expandir mais a tela para cobrir completamente a área frontal.

As teclas de controles abaixo do visor vão se tornar virtuais, talvez com a implementação de um leitor de impressões digitais ultra-sônico da Qualcomm, que ficará oculto abaixo do vidro (Algo que a Xiaomi fez no Mix 5s e Mi Mi).

A tela em si continuará a ser do tipo Super AMOLED, mas que pode trazer melhorias com a PenTile. Sim, ainda devemos ver as clássicas curvas nas bordas do display que terá um tamanho aproximado em 5.1 “e 5.5” ( talvez maior).

Informações internas originados da fabrica, afirmam que a Samsung tem  como objetivo liberar o Galaxy S8 para venda já em março, mas os extensos testes podem retardar a liberação para o próximo mês, ou seja, em abril.

Alegadamente, a configuração de câmera dupla já foi desfeito – o que significa que a empresa desistiu de trazer uma câmera com dois sensores na parte traseira – que iria rivalizar com seus concorrentes. Em vez disso, a Samsung pode se concentrar em melhorias de software como uma assistente digital Viv Labs – empresa adquirida recentemente pela Samsung.

Claro, nada disso foi confirmado ainda pela Samsung, mas como a empresa vem enfrentando fortes concorrências, é muito provável que o novo smartphone traga algum tipo de inovação em diversas seções.

Via

A Samsung quer remover a tecla central e bordas da tela no Galaxy S8

A Samsung manteve o botão Home físico em seus smartphones por muito tempo, mas os novos relatos que surgiram na web, apontam para a remoção desse botão ao menos na próxima geração do seu smartphone topo de linha, o Galaxy S8. E que ainda há planos para expandir mais a tela para cobrir completamente a área frontal.

As teclas de controles abaixo do visor vão se tornar virtuais, talvez com a implementação de um leitor de impressões digitais ultra-sônico da Qualcomm, que ficará oculto abaixo do vidro (Algo que a Xiaomi fez no Mix 5s e Mi Mi).

A tela em si continuará a ser do tipo Super AMOLED, mas que pode trazer melhorias com a PenTile. Sim, ainda devemos ver as clássicas curvas nas bordas do display que terá um tamanho aproximado em 5.1 “e 5.5” ( talvez maior).

Informações internas originados da fabrica, afirmam que a Samsung tem  como objetivo liberar o Galaxy S8 para venda já em março, mas os extensos testes podem retardar a liberação para o próximo mês, ou seja, em abril.

Alegadamente, a configuração de câmera dupla já foi desfeito – o que significa que a empresa desistiu de trazer uma câmera com dois sensores na parte traseira – que iria rivalizar com seus concorrentes. Em vez disso, a Samsung pode se concentrar em melhorias de software como uma assistente digital Viv Labs – empresa adquirida recentemente pela Samsung.

Claro, nada disso foi confirmado ainda pela Samsung, mas como a empresa vem enfrentando fortes concorrências, é muito provável que o novo smartphone traga algum tipo de inovação em diversas seções.

Via

Sobre Uanderson Conceição

Chief executive officer (CEO) na empresa Meu-Smartphone. Youtuber, adora praticar Downhill Mountain Bike, entusiasta da natureza e acredita soberanamente em Deus.