Início » Meu-Windows » Abandonar consumidores e descontinuar produtos foi um erro, admite CEO da Microsoft

Abandonar consumidores e descontinuar produtos foi um erro, admite CEO da Microsoft

Embora não tenha entrado em um assunto especifico, como sempre faz, Satya Nadella (CEO da Microsoft) foi entrevistado recentemente e o principal assunto abordado foi a falha com alguns consumidores que eram fiel a marca, apesar da grande lacuna que havia na plataforma. Ele claramente falhou sobre seu compromisso com os usuários do Windows Phone, renegando uma promessa de fazer smartphones Windows se ninguém mais o fizesse e retirando-se de mercados onde os celulares Windows prosperaram.

O custo de abandonar esses usuários é maior do que irritar alguns leais, certamente. As plataformas móveis são fundamentais para o desenvolvimento e relacionamentos entre o consumidor e uma fabricante.

Ads code goes here

Nadella cortou a Microsoft de todas essas coisas, e sua ponte para o futuro quando abandonou os usuários do Windows Phone e descontinuou muitos hardwares pré-construídos para lançamento. Quando perguntado sobre seu erro significativo mais recente, Nadella respondeu:

“Em muitos casos, os clientes já escolheram continuar apoiando você, no entanto, conscientemente ou inconscientemente os abandonamos para trabalhar em um novo e brilhante objetivo.”

Em seu livro, Hit Refresh Nadella, o CEO disse: “Não entendi por que o mundo precisava do terceiro ecossistema de telefones, a menos que mudássemos as regras”. Isto é, o CEO entende que oferecer o mesmo que os outros dois S.O. mobile já ofereciam, era oferecer mais do mesmo e isso não faria a diferença suficiente para se destacar. A menos que ele planejasse trazer um dispositivo único para o mercado alimentado pelo SO Core.

Deveria continuar a permitir que os telefones Windows, com sua reputação negativa, permanecessem no mercado? Ou ele deveria erradicar a plataforma e começar de novo com uma nova categoria de produto não associada aos smartphones já conhecidos?

Se ele escolheu o primeiro, a narrativa negativa que envolve as tentativas da Microsoft teria persistido. Ao erradicar os telefones , Nadella pode silenciar essa narrativa antes de apresentar algo novo. No entanto, “acertar atualizar” poderia custar relacionamentos vitais de consumidores, desenvolvedores e OEMs.

Mantendo a plataforma viva até que um novos dispositivos se materialize, com uma eliminação gradual depois disso, poderia ter sido uma escolha mais sábia. Mas Nadella provavelmente viu uma plataforma rejeitada coexistir com sua nova abordagem.

Fonte | Via

Sobre Uanderson Conceição

Chief executive officer (CEO) na empresa Meu-Smartphone. Youtuber, adora praticar Downhill Mountain Bike, entusiasta da natureza e acredita soberanamente em Deus.
%d blogueiros gostam disto: