Ações do Snapchat despencam mais de 10% e batem recorde negativo

Como uma tentativa de arrecadar lucros, o Snapchat apresentou os papéis para a sua oferta pública inicial de ações (IPO). A ideia é simples: lucrar na bolsa de valores e em março levantar US$ 3 bilhões com suas operações. Mas o documento do IPO mostra que a companhia tem perdido dinheiro, e não tem sido pouco.

De acordo com os últimos relatórios descritos pelo jornal Reuters, as ações de Snap Inc. chegaram a cair mais de 10% nesta terça-feira, atingindo o nível mais baixo desde sua estreia no mercado há duas semanas. Isto se reflete em recorde negativo para a empresa.

Poderíamos comparar a relação da última sexta-feira (3), quando os papeis da empresa bateram recorde (+20%), a perda nesses poucos dias chega a US$ 9 milhões (cerca de R$ 29 milhões). Para se ter uma ideia, no início do pregão os papéis da empresa atingiram a mínima de US$ 21,30.

A audiência do Snapchat, segundo dados recentes, caiu cerca de 40% nos últimos meses. Algumas mudanças no serviço, e a remoção de funções importantes para o usuário, podem ter contribuído para sua queda abrupta, no entanto, a predileção pelo Instagram Stories deve ter sido o principal motivo.

Em alguns trechos do documentos apresentado por Snap Inc. a empresa reconhece as perdas e ainda prevê mais perdas para o futuro. Poderá o Snapchat reverter esse jogo e evitar uma possível falência?

Fonte

Sobre Uanderson Conceição

Chief executive officer (CEO) na empresa Meu-Smartphone. Youtuber, adora praticar Downhill Mountain Bike, entusiasta da natureza e acredita soberanamente em Deus.