Acredite se quiser: já é possível emular apps do iOS no Android

Se você acha que a tecnologia móvel roda em torno dos sistemas operacionais ou dos dispositivos que os rodam, você está muito errado. O que faz hoje um smartphone ser interessante ao consumidor são os seus apps e ecossistema. Isto explica o porque é tão difícil para sistemas novatos obterem exito em disputar este mercado, já que os dominantes Android e iOS com suas lojas repletos de apps pontuados pelas suas particularidades acabam por representar duas faces de um moeda, alcançando mais de 80% dos perfis de usuários ao redor do globo.

Ainda que cada vez mais as aplicações criadas tem buscado atingir uma mesma experiência em qualquer plataforma, é notável que existam diferenças nas características e até desempenho de apps, tanto quanto na biblioteca dos sistemas em geral, fazendo que eventualmente um possua certas novidades que nunca chegam (ou demoram bastante para chegar) ao sistema adversário.

É comum ver que o sistema da Apple acabe por ser favorecido, pois, ainda que possuam uma participação quase que 5 vezes menor que o Android, acaba por trazer uma margem de lucro quase dobrada em relação ao concorrente devido a base de usuários muito mais motivada a pagar pelos apps e suas transações. Somado a isso, a seleção rigorosa da Maça para permissão dos apps que chegam a loja mantem um padrão de qualidade extremamente alto, que obriga que os desenvolvedores dediquem um pouco mais de esforço nas versões para o sistema afim de tornar a sua criação capaz de disputar.

Por este motivo, muitos usuários que tem preferência pelo sistema da Google se viram motivados em criar uma ponte até o acervo exclusivo do iOS sem ter que desembolsar um caro iPhone ou iPad, dando vida a emuladores de apps do sistema na plataforma. Na pratica, o emulador de iOS para Android imita a interface binária do aplicativo de um sistema operativo diferente, o tornando capaz de ser executado, de forma semelhante a como roda-se um sistema alternativa em uma máquina virtual do Windows. Não se engane, você não terá acesso aos sistemas da Apple, mas aos seus apps. Ainda assim, a experiência é lisa e clara, de forma que não deve nada a uma execução nativa.

Como realizar o procedimento

E o melhor disso, é que o procedimento é extremamente simples. Para fazer uso do emulador em seu dispositivo é só seguir alguns passos:

  1. Baixe o arquivo neste endereço; http://files.cat/OCOcYpJH baixe o arquivo para seu PC
  2. Após o download estar concluído, transfira o arquivo baixado para seu smartphone via USB/Bluetooth, ou através de qualquer outro método à sua escolha. O processo é mais rápido através de USB.
  3. Desconecte o USB do seu smartphone e busque pelo arquivo.
  4. Instale e abra o arquivo pelo seu gerenciador de arquivos
  5. Abra o ícone “Padoid” para acessar a seção “Selecionar Rom”. Agora basta carregar os jogos aqui. A ferramenta baixada no endereço fornecido anteriormente suporta arquivos ipas e zips.
  6. Desfrute dos jogos do iOS no Android.

Com esta poderosa ferramenta, finalmente será possível para o usuário que apresenta clara preferência pelo Android ter acesso a apps que antes ficavam por exclusividade dos iDevices, tornando o sistema da Google ainda mais poderoso. Não é conhecido a opinião da Apple sobre estas ferramentas, assim como não é sabido se existe a possibilidade da empresa afetar o emulador a curto prazo, fazendo o uso do aplicativo totalmente legal até o momento.

Fonte.

Sobre André Portella

Estudante de TI, viciado em música, adorador de tecnologia e games.