Analise indica que o Windows Phone pode ter mais usuários que o esperado

Ultimamente, pesquisas que indicam a participação dos sistemas móveis no mercado tem sido bastante monótonas. Exibindo uma larga e crescente vantagem para o sistema do Google, apenas assistimos um lenta queda de participação dos seus concorrentes, principalmente quando falamos do Windows 10 Mobile. Em uma constante queda que o deixou próximo aos 0.1% de participação, muitos dos seus usuários começaram a questionar os planos que a nova direção da Microsoft trouxe, assim como as misteriosas metas para o futuro deste negócio.

Segundo a companhia de analises NetMarketShare, essas verdades foram de certa forma, maquiadas para nós durante todo esse tempo. Ainda que não seja totalmente possível confirmar os dados oferecidos pela empresa, suas palavras são sustentadas pela frequente utilização dos seus números por renomados portais, principalmente sobre a usagem no mercado de sistemas para desktops e browsers.

A NetMarketShare afirma que em janeiro de 2017 o Windows 10 Mobile alcançou a marca de 1.48%, o que é o triplo do que os 5% fornecidos por outras empresas de analise. E não para por ai: ao contrário do que todos pensamos, a Google não está tão próxima do monopólio assim. A empresa afirma que o robozinho vem contando com 63.99% do mercado, e não os 80% que outras empresas indicam. O iOS também se saiu melhor, com 32.03%, acima dos 15 a 20% estimados.

Mesmo que seja animador ver um cenário onde o desequilibro do mercado móvel não é tão acentuado, é preciso ver estas informações com olhos duvidosos, uma vez que trata-se de um analise favorável contra outras diversas totalmente diferentes. Contudo, caso os número estejam corretos, podemos apostar que o sistema móvel da Microsoft deverá permanecer vivo, ao menos até a chegada da sua próxima grande aposta.

Fonte.

Sobre André Portella

Estudante de TI, viciado em música, adorador de tecnologia e games.