Atente-se a isso: Adolescente de 14 anos morre eletrocutada por cabo de iPhone

Está cada vez mais comum vermos casos de pessoas que se ferem ou até mesmo morrem por causa de smartphones que simplesmente explodem. Foi o que aconteceu com uma garota residente no Vietnã, de 14 anos, na qual morreu após ter sido eletrocutada por um cabo de iPhone. Enquanto o smartphone estava carregando, a menina rolou para cima do cabo, que tinha um rompimento reparado apenas por uma simples fita adesiva que foi deslocada depois da menina ter se movimentado.

A menina que tem por nome “Le Thi Xoan”, foi encontrada inconsciente pelos seus pais e levada às pressas a um hospital mas próximo do local, porém, infelizmente, não resistiu à corrente elétrica acometida pelo cabo de iPhone e veio a falecer. Como já era de se esperar, a causa da morte foi confirmada como eletrocussão, através do próprio carregador da vítima, que aparentava ser um produto original por sinal.

Em sua casa, a polícia encontrou um cabo queimado na cama e supõe-se que, ao plugar o seu dispositivo telefônico no carregador e dormir sobre o cabo de carregamento, os fios foram expostos e, com isso, todo o imprevisto aconteceu. As autoridades locais estão inspecionando o cabo para determinar se ele era um produto original da Apple ou de um mercado qualquer.

Além disso, é possível ver também que o cabo está rompido próximo do conector que se conecta ao smartphone. É possível ver também que foi feito uma “gambiarra” no cabo com uma fita adesiva transparente, mas que acaba exatamente na parte rompida e que mantém os cabos expostos.

Após esse e tantos outros casos, o ideal é que nós nos conscientize cada vez mais, para que isso não venha acontecer com mais pessoas e, por consequência disso, aumentar o número de vítimas que morrem por causa de seus próprios dispositivos eletrônicos.

Via

Sobre Uanderson Conceição

Chief executive officer (CEO) na empresa Meu-Smartphone. Youtuber, adora praticar Downhill Mountain Bike, entusiasta da natureza e acredita soberanamente em Deus.