Clonar Whatsapp por meio do número? saiba se proteger e evitar situações embaraçosas

O Whatsapp tem ganhado cada vez mais importância na vida das pessoas, uma vez que através dele diversas informações importantes são trocadas com caráter pessoal, profissional, financeiro, etc. Sabendo disto, há alguns meses atrás a companhia adicionou um novo recurso de proteção ao mensageiro, buscando oferecer mais uma camada de segurança através da já conhecida “verificação em duas etapas”. Porém, a função tem sido ignorada pela maior parte dos usuários, colocando em risco as informações e arquivos “secretos” e dando oportunidade para que grupos maliciosos possam roubar o acesso a conta de usuários desatentos, causando grandes estragos.

Qual a importância deste recurso?

Mesmo tendo chegado a alguns meses, a maioria dos usuários do serviço negligenciam completamente a existência da função, perdendo a oportunidade de resguardar a sua conta de acessos maliciosos. É preciso lembrar que para configurar o Whatsapp sem a função é necessário apenas um número de telefone e um SMS, o que é muito fácil para um malware ou aplicativo malicioso obter.

Além disto, diversos usuários utilizam aplicativos para duplicar o mensageiro, mesmo quando estes são oferecidos por desenvolvedores desconhecidos e que possuam intenções duvidosas. Assim como qualquer outro aplicativo infectado, ao oferecer acessos ao sistema você poderá estar abrindo as portas para um malware que pode  não somente colocar o acesso da sua conta em risco, como também trazem a possibilidade de obtenção ao acesso as suas mídias e conversas intimas.

Como eu posso ativa-lo?

O recurso de verificação em duas etapas não será obrigatório, estando localizado nas configurações para que o usuário ative opcionalmente. É necessário seguir estes passos para efetuar o processo:

  1. Abra o aplicativo e vá até o menu de configurações
  2. Clique na opção “Conta”
  3. Selecione a “Verificação em duas etapas”
  4. Marque para ativa-la
  5. Escolha uma senha a seu gosto
  6. Digite seu e-mail e confirme-o e pronto!

Mas tome cuidado…

Ainda que o intuito da novidade seja proteger o usuário, é preciso ter cuidado ao ativar a função. Isto porque, algumas condições de erro podem acabar desativando a sua conta ou até apagando todas as suas mensagens sem backup, no intuito de proteger o usuário de um acesso malicioso.

Para evitar problemas futuros, escolha bem a sua senha para não esquecer e o registro de e-mail é uma proteção à mais caso você acabe esquecendo a senha.

  1. Reverificação: após verificar a sua conta, ela não poderá ser reverificada novamente no período de 7 dias. Tome cuidado para não resetar ou apagar o app neste período.
  2. Perder a senha e o email: caso você não se recorde da senha configurada e não tenha adicionado um email para a recuperação (ou tenha perdido o acesso a ele) não será possível reverificar o número de celular com o WhatsApp dentro de sete dias a partir do último dia em que o WhatsApp foi usado pela última vez.
  3. Mensagens perdidas: Após os 7 dias deste a primeira verificação, o usuário sem acesso a senha e email de recuperação poderá efetuar a configuração apenas com o token convencional via SMS, mas isto resultará na exclusão completa das conversas que não receberam backup, assim como as pendentes (aquelas enviadas para você durante o período de inatividade)
  4. Exclusão da conta: Caso o usuário tente reverificar o número de celular após 30 dias desde a última vez que ela a verificou sem o código de acesso, esta conta será apagada e uma nova será criada após ter reverificado com sucesso. Isso apagará sua foto, nome, recado e backup do seu histórico.

A função pode ser ativada em todas as plataformas móveis atuais, porém tem maior valor para os usuários Android devido a maior facilidade para a infecção por malwares. Ainda assim, vale a pena adicionar o recurso para qualquer usuário da plataforma, afinal, segurança nunca é demais.

Sobre André Portella

Estudante de TI, viciado em música, adorador de tecnologia e games.