Co-fundador do Android está trabalhando em um smartphone modular e sem bordas

Se você é um verdadeiro fã do sistema móvel da Google, provavelmente sabe quem Andy Rubin é. Como um ex-funcionário da Google desde 2013, ele foi o co-fundador da Android Inc., que por sua vez foi vendida para a gigante das buscas em 2005 quando o projeto ainda era focado em um sistema para câmeras portáteis. Após alegar estar trabalhando em novos projetos, Andy fundou a “tech incubator” Playground Global, que aparentemente está trabalhando em um smartphone rodando o sistema Android.

Rumores indicam que Rubin criou uma companhia nomeada como Essential Products Inc, que planeja lançar “uma suite de produtos de hardware para o consumidor, incluindo alguns para mobile e smart home”. Com um time pequeno de 40 membros, a marca esta registrada com as listas USPTO (smartphones, tablets, acessórios e software operacional para computadores e telefones móveis) como áreas de foco.

O suposto dispositivo móvel estaria localizado para o mercado high-end, com uma tela quase sem bordas e “a capacidade de obter novos recursos de hardware ao longo do tempo”, indicando um sistema modular. Para fazer a mágica funcionar, será utilizado um sistema magnético que será capaz de “realizar a função dupla de carregar a bateria e expandir as funcionalidades do smartphone”. Esse sistema estará disponível para produção de terceiros, (como no Moto Z) mas a Essential já esta trabalhando em um acessório que irá trazer capacidades esféricas a câmera, permitindo fotos em 360 graus.

Na sua composição essencial o modelo deve contar com uma tela maior que 5.5 polegadas, em um corpo bem dimensionado com o auxilio das suas curtas bordas. O display em questão deverá contar com um sensor de pressão como os dos novos iPhones e o corpo do smartphone será composto por metal nas bordas e cerâmica na traseira, semelhante ao que foi apresentado pelo Xiaomi Mi Mix.

O dispositivo deverá ser produzido pela Foxconn e revelado durante a metade deste ano com um preço semelhante ao praticado pela Google e Apple com seu topos de linha. Ainda não está confirmado se o ele rodará Android.

Fonte.

Sobre André Portella

Estudante de TI, viciado em música, adorador de tecnologia e games.