Início » MEU-IPHONE » Com 78 milhões de iPhones vendidos, Apple bate recorde e supera a Samsung

Com 78 milhões de iPhones vendidos, Apple bate recorde e supera a Samsung

Assim como a Microsoft fez na semana passada, é chegada a hora da Apple divulgar os resultados do ultimo trimestre de 2016, referentes aos primeiros números do ano fiscal de 2017. Como era de se esperar, a empresa mais valiosa do mundo alcançou mais um recorde na sua trajetória, assumindo o primeiro lugar nas vendas de smartphones em todo o globo.

Mesmo depois de enfrentar queda por três semestres consecutivos nas vendas de carro chefe, a maçã alcançou a marca de 78,3 milhões de iPhones vendidos entre setembro e dezembro de 2016, superando a sua maior marca conquistada em 2015, de 74,78 milhões de unidades. Com estes números a Apple não só apresentou crescimento como também superou a Samsung, que no mesmo período vendeu  77,5 milhões de aparelhos, 800 mil a menos que a concorrente.

Aproveitando a vantagem

Estes dados vem da Strategy Analytics, que indica que a Apple foi responsável 17,8% das vendas deste período, enquanto a sul coreana perdeu o pódio com 17,7%. Ainda assim, a analista de mercado deixa claro que estes resultados só foram possíveis devido ao grande prejuízo causado a Samsung pelos explosivos problemas do Galaxy Note 7, que resultou na migração de muitos dos seus clientes para os braços da gigante de Cupertino. Ainda assim, Tim Cook não se abala e demonstra confiança: “Acredito que os smartphones ainda têm muito mercado” disse o CEO da Apple. “Os desenvolvedores de aplicativos ainda estão criando e ainda há muita coisa boa vindo por aí que está me deixando animado”.

Com estes números, a Apple arrecadou US$ 54,38 bilhões com a venda de iPhones, com um custo médio de US$ 695 para os consumidores. Isto contribuiu para que a maçã fechasse o último trimestre de 2016 com receita de US$ 78,4 bilhões, sendo o valor mais alto já alcançado pela empresa. Caso os rumores estiverem certos, tudo indica que o novo smartphone deste ano trará diversas alterações, indicando que Cupertino não esta disposta a abrir mão da vantagem tão fácil.

Fonte 1. Fonte 2.

Sobre André Portella

Estudante de TI, viciado em música, adorador de tecnologia e games.