Com a compra do LinkedIn, Microsoft se tornará a primeira empresa com o valor de 1 trilhão de dólares

Se você esteve focado demais na situação do setor móvel da Microsoft, talvez tenha deixado passar despercebido que a companhia vem obtendo grande sucesso nos seus outros setores. Com a grande adoção do novo sistema, recordes de assinatura do Office, vendas em alta dos surfaces e grande alcance dos seus apps, a gigante de Redmond tem visto os lucros da empresa crescerem de uma forma não vista a muito, o que só foi impulsionado pela compra de companhias bem sucedidas como o 6 Wunderkinder e Swiftkey.

E é neste ritmo crescente que a empresa se encontra prestes a se tornar a primeira empresa com uma fortuna acima dos 1 trilhão de dólares, em uma visão global e histórica. Segundo o analista, Michael Markowski, isto será possível através da já especulada compra do LinkedIn, o que deve somar mais uma divisão lucrativa e de grande valor de mercado a empresa e permitir-la à ultrapassar a Apple e a Alphabet.

Atualmente liderando a lista, a Apple alcançou o valor de mercado de U$ 621.32 bilhões seguida de perto pela Alphabet (holding que compreende a Google) U$557 dólares. Com o valor de U$ $491.71 bilhões de dólares, a Microsoft poderá expandir este numero de forma exponencial ao investir no mercado dominado pela comunidade social de empregos, o que casa perfeitamente com suas outras propostas. Com isto, o LinkedIn deverá se tornar um líder quando se trata de mídia social, bem como ser um pioneiro na indústria crowdfunding, que deverá se tornar a próxima inovação digital, depois de smartphones e aplicativos, segundo Markowski.

Fonte.

Sobre André Portella

Estudante de TI, viciado em música, adorador de tecnologia e games.