Concorrente do Mi Mix: Doogee Mix começa a ser comercializado com envios para o Brasil

Se formos falar de um smartphone que deixou uma legião de entusiastas boquiabertos, sem dúvidas tem que ser o Xiaomi Mi Mix. Apontado em seu lançamento como “uma luz no fim do túnel” para a falta de inovação que hoje domina o mercado. O aparelho foi definitivamente importante para influenciar design dos maiores flagships deste ano, como o Galaxy S8, LG G6. Mas além destes, existe também o Doogee Mix, que já está disponível em nossa loja parceira, a banggood.

A Doogee decidiu entrar na onda dos smartphones “quase-sem-borda” de forma curiosa. Com novo Doogee MIX, a empresa não copiou só o nome da linha como também quase todo o design empregado pela Xiaomi. Tendo exatamente o mesmo formato, proporção e tamanho de tela do consagrado dispositivo da Mi Mix, dificilmente alguém poderá dizer que o modelo é feio, ainda que a copia não tenha sido perfeita: o aproveitamento de tela é altamente comprometido pela estranha borda inferior com um sensor de digitais.

O aparelho anunciado há poucos dias, já deu as caras em lojas online ao redor do mundo, traz um conjunto de câmeras duplas com uma de 16MP e outra de 8MP com flash dual-tone, no qual os sensores são fabricados pela samsung com o ISOCELL. Na frontal temos uma câmra frontal de 5MP com ângulo de visão de 86° . Há uma entrada USB tipo-C e um botão na parte frontal.

Doogee MIX – Especificações

  • Tela Samsung Super AMOLED de 5.5 polegadas com resolução HD 294ppi
  • 6 GB de RAM
  • 64 GB de armazenamento interno (não expansível)
  • Processador Helio P25 Octa-Core 2.5GHz
  • GPU Mali T880
  • Câmera principal de 16 megapixels com autofocus, HDR, flash dual-LED e filmagem 4K
  • Câmera frontal de 5 megapixels
  • Dual SIM (nano)
  • USB Type-C
  • Peso de 193 gramas
  • Bateria de  3380mAh (não removível)
  • Android 7.0
Incluído no Pacote  1 DOOGEE MIX
 1 Ccabo USB
 1 Filme de proteção
 1 Estojo de couro
 1 Cartão de garantia
 1 Manual
 1 Taxa da UE

Devido a grande semelhança, ainda podemos ter disputas judiciais entre as marcas, algo fora do comum para o mercado chinês. Com este lançamento intensifica-se a visão negativa sobre as cópias asiáticas, uma vez que nem mesmo as próprias conterrâneas são perdoadas.

Fonte.

Sobre André Portella

Estudante de TI, viciado em música, adorador de tecnologia e games.