Início » IMPORTAR » Correios limita o envio de eletrônicos com baterias e pilhas de lítio ou íons de lítio em aviões

Correios limita o envio de eletrônicos com baterias e pilhas de lítio ou íons de lítio em aviões

Há poucos dias atrás ficamos informados de que o envio de celulares, notebooks e outros dispositivos que contém bateria de lítio será limitado nos próximos dias por conta de uma medida adotada pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos em parceria com a Agência Nacional das Telecomunicações (Anatel). Contudo, porque querem limitar o envio por meio de aviões se todos os civis carregam um dispositivo com bateria abordo dessas aeronaves?

A notícia chega a ser engraçada e, esta é só mais uma das pérolas dos Correios, visto que depois de 26 anos da popularização dos celulares, só descobriram agora que as baterias podem explodir. Quantos bilhões de aparelhos foram transportados neste período e quantos acidentes aéreos foram causados por eles? A pergunta fica no ar!

Outra questão que ainda permanece sem resposta é o fato do celular de uso pessoal que a pessoa carrega quando viaja abordo de um avião, este não pode “explodir” também?

De qualquer forma, a mudança é mais uma forma de dificultar quem trabalha com compra e venda na internet. Agora, todos os produtos postados precisam ser verificados antes de uma postagem em uma das diversas agências dos Correios.

Serviços em que baterias estão proibidas

  • Sedex 10 (estadual e nacional);
  • Sedex 12 (estadual e nacional);
  • Sedex Nacional;
  • Sedex Estadual;

As baterias e pilhas de lítio ainda podem ser enviadas som pelo seguinte serviços:

  • PAC;
  • Sedex Hoje;
  • Sedex Local;
  • Sedex 10 Local;
  • Sedex 12 Local;

Sobre Uanderson Conceição

Chief executive officer (CEO) na empresa Meu-Smartphone. Youtuber, adora praticar Downhill Mountain Bike, entusiasta da natureza e acredita soberanamente em Deus.