Com nova taxa Correios prometem velocidade no desembaraço de mercadorias

Já era previsto que os Correios visavam acabar com o frete grátis para qualquer mercadoria importada, pois o crescimento disparado de importados vindas da China tem chamado atenção do chamado “camelô eletrônico”.

São diversos produtos adquiridos por um preço muito abaixo dos oferecidos aqui no nosso país, estimulando o aumento das compras em sites chineses, alguns para consumo próprio, outros até para revenda. Isso forçou a estatal cobrar R$ 15 em taxa referente a Despacho Postal sobre estes produtos.

Anteriormente, o pagamento pelo serviço era incluído apenas em mercadorias que já eram tributadas pela Receita Federal. contudo, os correios prometem agora maior agilidade no serviço de despacho, quando antes era preciso aguardar mais 60 dias para receber uma simples encomenda não tributada.

Abaixo está o comunicado oficial da empresa:

O valor arrecadado com a cobrança será destinado a custear a estrutura necessária ao desembaraço alfandegário, um custo que estava sendo embutido em outros serviços. Com a reorganização, a qualidade dos serviços é melhorada e a velocidade do desembaraço alfandegário e da entrega das mercadorias passa a ser mais rápida.

Sobre Uanderson Conceição

Chief executive officer (CEO) na empresa Meu-Smartphone. Youtuber, adora praticar Downhill Mountain Bike, entusiasta da natureza e acredita soberanamente em Deus.