Depois do Redmi Note 7S pegar fogo um Redmi Note 7 Pro também explode na China; Xiaomi nega defeito

Não é nem o primeiro nem o segundo caso de smartphone que explode e que noticiamos aqui. Tanto celulares Samsung quanto Motorola, por exemplo, já tiveram algumas de suas unidades “defeituosas” chegando a se auto-explodir.

Dito isso, nós sabemos que quanto mais uma marca se populariza, mais chances há de algumas unidades de todas que são comercializadas ao redor do mundo vir a dar algum tipo de defeito anormal. Contudo, alguns dias atrás recebemos um relato de um Redmi Note 7S que explodiu em posse de seu dono e, agora mais um caso recente ocorreu na China com um Redmi Note 7 Pro.

A vitima (Song Yujie) residente de Zhoukou relata que adquiriu um celular Redmi Note 7 Pro numa loja oficial da Xiaomi em meados do mês de julho para presentear o seu pai, e alega que o dispositivo entrou em combustão durante uma reprodução de vídeos.

De acordo com o portal Gizchina, Yujie disse que o seu pai estava assistindo vídeos no Redmi Note 7 Pro em uma colcha e acabou caindo no sono. Ele acordou quando estava sentindo cheiro de fumaça e viu o smartphone e a roupa de cama pegando fogo. As imagens divulgadas mostram que o aparelho ficou totalmente carbonizado e acabou se dividindo em diversas partes.

O que a Xiaomi achou disso?

A Xiaomi por sua vez teria respondido o cliente no dia 11 de novembro e concluído que tratava-se apenas de um caso causado por fatores externos, não sendo a fabricante responsável por apenas um caso em meio a tantas unidades do modelo comercializada ao redor do mundo.

Um responsável pelo setor de pós-venda da empresa diz que eles chegaram a esta conclusão após uma investigação feita internamente, apontando que o problema não está ligado à qualidade do celular. No entanto, não se viu ainda nenhum detalhe do relatório de reparo.

No caso anterior referente ao Redmi Note 7S, a Xiaomi deu uma resposta semelhante, dizendo que os danos foram causados por força externa, ou seja, devido a um mal uso do dispositivo. Na época, a companhia também negou reparo.

Sobre Uanderson Conceição

Chief executive officer (CEO) na empresa Meu-Smartphone. Youtuber, adora praticar Downhill Mountain Bike, entusiasta da natureza e acredita soberanamente em Deus.