Devemos dar uma carga completa antes de usar um celular para impedir seu vício? Motorola responde o mistério

Você certamente já se deparou com aquela pergunta de qual o tempo correto para deixar o celular recarregando, não? Anteriormente compostas de níquel, a fonte de energia do seu dispositivo era um verdadeiro problema, mas agora com o lítio a história é outra.

Devido a “memória de carregamento” das antigas baterias, era realmente possível “vicia-la” com maus hábitos. Contudo, desde que o lítio passou a ser o elemento principal para energizar nossos smartphones, existe a promessa de resolução deste problema foi sanada.

A pergunta que não quer calar

Ao adquirir um novo aparelho, não é raro encontrar usuários com a seguinte pergunta: “devo dar uma carga completa antes de usar?” ou “é necessário descarrega-lo completamente no primeiro ciclo?”.

Buscando sanar de uma vez por todas essa dúvida, a Motorola concedeu a um conhecido portal nacional algumas informações sobre o bom trato diário da bateria do seu aparelho, e as respostas podem te tranquilizar.

Motorola responde

Segundo a companhia, a ausência do efeito memória nas baterias de Li-Ion permite que os aparelhos atuais sejam carregados até o 100% sem riscos, não existindo nenhum benefício em retira-la antes ou depois dessa marca.

A americana indica que esses dispositivos foram projetados para carregar até o limite, mas após chegar lá, a energia deixa de ser transmitida do carregador ao smartphone, tornando desnecessário prosseguir conectado. A empresa ainda ressalta que “este tipo de bateria permite pequenas cargas ao longo do dia”, encorajando pequenas cargas em momentos do cotidiano, caso necessário.

Ademais, estas indicações assemelham-se ao posicionamento de gigantes como Samsung, Apple e Xiaomi, que também indicam que a descarga completa do aparelho não tende a oferecer benefícios, visto que um ciclo de 5% a 100% configura-se ideal para a manutenção da saúde da sua bateria.

Vale lembrar que toda bateria de Li-Ion possui 500 ciclos, e após estes, apenas 80% da sua capacidade original será mantida. Afinal, toda bateria tem um período de vida útil.

Via.

Sobre André Portella

Estudante de TI, viciado em música, adorador de tecnologia e games.