Essa é a lista de smartphones Android que chegaram ao consumidor infectados por malwares

Uma das maiores preocupações de quem possui um dispositivo com Android é a exposição aos vírus e Malwares que podem acabar arruinando completamente a sua experiência com o seu aparelho. Como um sistema aberto, o robozinho se encontra muito mais vulnerável que os seus concorrentes, fazendo com que muitos usuários se peguem navegando com cautela redobrada. E se eu te dizer que seu dispositivo já pode estar infectado no momento que ele sai da caixa?

A companhia Check Point Mobile Threat Prevention recente descobriu que 38 modelos com Android vendidos nos últimos anos já chegaram acompanhados de Malwares à mãos dos seus donos, mesmo antes do primeiro boot. Apesar destes não fazerem parte da ROM oficial entregue pela fabricante, foram posteriormente inseridos de alguma forma durante a cadeia de suprimentos do produto. O grande problema é que na maioria dos casos os processos são instalados usando os privilégios do sistema, o que exige a reinstalação completa da ROM para a resolução do problema.

Esta é a lista dos dispositivos contaminados:

  • Samsung Galaxy Note 2
  • Samsung Galaxy Note 3
  • Samsung Galaxy Note 4
  • Samsung Galaxy Note 5
  • Samsung Galaxy Note 8.0
  • Samsung Galaxy Note Edge
  • Samsung Galaxy S4
  • Samsung Galaxy S7
  • Samsung Galaxy A5
  • Samsung Galaxy Tab S2
  • Samsung Galaxy Tab 2
  • LG G4
  • Xiaomi Mi 4i
  • ZTE X500
  • Google Nexus 5
  • Google Nexus 5X
  • Oppo N3
  • Vivo X6 plus
  • Asus ZenFone 2
  • Lenovo S90
  • Oppo R7 Plus
  • Xiaomi Redmi
  • Lenovo A850

Em alerta ao consumidor, o chefe da divisão de inteligência e segurança da Avast Software, Nikos Chrysaidos, destaca que o risco está principalmente relacionado a decisão da compra de dispositivos através de revendedores menores ou não-oficiais, em detrimento aos meios convencionais (operadoras, lojas de departamento e lojas de fabricantes). O executivo ainda relembra casos similares que ocorrem na China, onde foram exploradas as falhas no processo que vai da fabricação até a entrega ao consumidor para a inclusão de softwares maliciosos nos aparelhos com Android.

Em geral, entre as ameaças encontradas na analise o Malware que mais se fez presente entre os modelos foi o Loki Malware, que infecta os recursos do sistema para roubar dados e tomar controle do dispositivo.

Fonte | Via

Sobre André Portella

Estudante de TI, viciado em música, adorador de tecnologia e games.