Futuros dispositivos da Moto podem vir com interface modificada e não mais com Android puro

Em muitas regiões ao redor do mundo, a marca Moto faz muito sucesso, especialmente em mercados emergentes como o Brasil. No entanto, suas vendas tem sido decepcionantes em mercados como o da China. Isso se deve pelo fato de que a Lenovo, dona da marca, tem continuado o legado da Moto, atribuindo uma interface de usuário praticamente sem modificações, isso agrada a uns e é odiado por outros.

Diante de situações como estas, uma nova informação foi recentemente confirmada pelo vice-presidente da Lenovo, Alex Chen Yu, que para que sua empresa possa competir melhor com as empresas nacionais, talvez eles precisem oferecer em seus dispositivos interfaces de usuário mais personalizadas como MIUI, EMUI e Flyme. O documento anexado abaixo em chinês não nos deixa mentir:

A Lenovo acredita que a substituição da interface de usuário com mais ações e recursos no Android pode fazer toda diferença na hora de entregar um produto final para os consumidores. Ao que parece, a empresa pretende incorporar aos dispositivos da linha Moto, a ZUI, interface de usuário que atualmente encontramos em dispositivos da marca ZUK da Lenovo – a empresa acredita que isso pode atender as diversas requisições feita entre os seus clientes na China.

A única coisa que continua a ser determinada ainda é saber se de fato a Lenovo vai implementar a ZUI da linha ZUK em todos os smartphones da linha Moto, ou se o movimento será direcionado à apenas modelos topo de linha ou à dispositivos de nível básico ou intermediários lançados na China.

Contudo, parece que a Lenovo quer mais do que nunca aumentar as suas vendas de smartphones da linha Moto na China e acredita sim, que essa mudança possa de alguma forma trazer resultados positivos para a fabricante chinesa.

Via

Sobre Uanderson Conceição

Chief executive officer (CEO) na empresa Meu-Smartphone. Youtuber, adora praticar Downhill Mountain Bike, entusiasta da natureza e acredita soberanamente em Deus.