Google revela mais novidades no Android P: interface baseada em gestos e mais

Durante a conferência anual para desenvolvedores, I/O 2018, o Google nos apresentou as maiores novidades que estarão presentes na nova versão do seu sistema operacional. Contudo, temos agora uma lista das mais significativas novidades que serão oferecidas na versão final do Android P.

A maioria das novas funcionalidades visam simplificar o desempenho e a estabilidade geral de segurança do sistema operacional. O Google apresentou também um grande redesenho na plataforma com alguns novos recursos e um foco em um novo gesto de Interface inspiradas nos gestos implementados pela primeira vez no iPhone X.

E sim, o Android P ainda não tem nome oficial. O que temos hoje são detalhes dos novos recursos que a nova versão trará. Então, quais são as novidades?

Experiência de usuário

Gestos! O Android P introduz uma nova maneira de navegar em seus dispositivos por meio de gestos que são claramente inspirados nos gestos do iPhone X, mas definitivamente não são os mesmos. Todas as formas de gestos foram demostrados na imagem anexada acima.

O fato é que a Palm foi a primeira empresa a ter um telefone com uma interface completamente baseada em gestos, cerca de oito anos atrás, com o webOS. Mas não podemos negar que isso só foi revivido pela Apple com o já mencionado iPhone X.

Bateria adaptativa

Esse recurso usa o aprendizado de máquina no dispositivo para entender quais aplicativos você provavelmente usará nas próximas horas e quais aplicativos provavelmente não serão usados ​​até o final do dia ou da semana. Usando essas informações que permanecem totalmente privadas, o sistema Android pode se adaptar ao seu padrão de uso exclusivo e, em testes práticos no Google, isso resulta em uma redução de 30% na ativação da CPU e grandes melhorias na duração da bateria.

Rotação manual

Aquelas auto-rotações irritantes podem agora ser uma coisa do passado. Girar a tela pode ser manual, visto que há agora um indicador na barra de navegação para tocar sempre que precisar rotacionar a tela.

Bem-estar digital

Nós provavelmente estamos sempre usando nossos dispositivos inteligentes um pouco demais. Bem, o Google sabe disso e é a primeira empresa a realmente se preocupar com esse assunto e, ela estará fazendo algo sobre isso.

Agora você poderá ver quantas vezes ativou seu telefone todos os dias, quanto tempo gastou em vários aplicativos e assim por diante. Entender seu comportamento é um ótimo começo, mas não é o fim de tudo, pois o Android P permitirá que você defina limites de tempo para usar alguns aplicativos definidos por você mesmo, ao atingir esse limite, o App deixará de emitir notificações.

Inteligência Android

No Android Intelligente, você terá acesso à vários recursos novos que ajudarão você a aproveitar ao máximo seu dispositivo.

Novo brilho automático: A maioria dos smartphones dependem do ambiente para ajustar o brilho da tela, mas essa é uma abordagem que serve a todos os usuários da mesma maneira. Com um novo recurso do “Brilho adaptável”, você pode fazer ajustes manuais uma vez e o telefone aprenderá sua preferência para os próximos ajustes. Dessa forma, os usuários fazem menos ajustes manuais de brilho e têm uma melhor experiência de brilho da tela.

Ações: As ações estão sendo previstas com base nos padrões de uso e são basicamente atalhos para as coisas que você está fazendo no seu telefone. Se os fones de ouvido estiverem conectados, você receberá um aviso para iniciar a reprodução de música automaticamente, por exemplo.

Fatias: Uma nova API permitirá que os desenvolvedores forneçam acesso direto aos principais recursos do aplicativo diretamente da pesquisa. Por exemplo, o Lyft está usando esta API para renderizar uma outra API do aplicativo no contexto da pesquisa.

Sobre Uanderson Conceição

Chief executive officer (CEO) na empresa Meu-Smartphone. Youtuber, adora praticar Downhill Mountain Bike, entusiasta da natureza e acredita soberanamente em Deus.