Huawei está se tornando vítima de bullying por parte da administração dos EUA; entenda!

Nos últimos dias nos deparamos com a alarmante notícia de que a Huawei seria impedida de utilizar os serviços do Google, bem como produtos de qualquer empresa dos EUA. No entanto, a empresa acredita estar sofrendo algum tipo de bullying por parte da administração dos EUA. Isso é, do governo Trump.

Após a proibição dos EUA, à Huawei e a todas as suas subsidiárias, Abraham Liu, representante da empresa nas instituições da UE, convocou o governo dos EUA para tentar esclarecer alguns pontos.

Apesar do aumento de 90 dias da proibição para aliviar os clientes, ambos os lados sofrerão após o período expirar. Enquanto isso, a gigante de tecnologia chinesa está tentando resolver o problema diretamente com o Google

Obviamente, o Google não está de acordo com o atitude do governo e deixa claro que não é a responsável pela proibição. Além disso, é de seu interesse continuar trabalhando com a Huawei.

O Google, por outro lado, se recusou a comentar mais. Abraham Liu acrescentou:

A Huawei está se tornando a vítima do bullying pela administração dos EUA. Este não é apenas um ataque contra a Huawei. É um ataque à ordem liberal baseada em regras.

É muito cedo para dizer quão grandes serão as consequências para ambas as partes (Google e Huawei), mas esperamos que seja resolvido para que os usuários não paguem um alto preço por tudo isso e acabem ficam sem updates importantes futuramente.

Fonte / Via

Sobre Uanderson Conceição

Chief executive officer (CEO) na empresa Meu-Smartphone. Youtuber, adora praticar Downhill Mountain Bike, entusiasta da natureza e acredita soberanamente em Deus.