Huawei lança Mate XS, que é versão atualizada do seu celular dobrável

A Huawei realizou na última segunda-feira (24) um evento a portas fechadas para lançar a versão atualizada do seu smartphone dobrável, trazendo diversas melhorias nos recursos presentes no software, bem como no mecanismo da dobradiça e no processador presente no novo Mate XS.

Como dito anteriormente, o design é uma repetição do que a empresa já havia feito na versão anterior, que foi mostrada na MWC 2019, tendo como adicional apenas o aprimoramento feito na dobradiça do dispositivo, que agora está mais suave e mais aprimorada contra travas no processo de abertura e fechamento.

Assim como foi relatado no início da matéria, a Huawei escolheu fazer um evento a portas fechadas por conta dos problemas enfrentados recentemente pela pandemia de coronavírus no país de origem da empresa, algo que vem afetando a apresentação de diversos dispositivos de outras fabricantes também.

Ele conta com uma tela OLED de 6,6 polegadas, que pode chegar a 8” quando aberto, além de contar com proporção 19:5:9 fechado e 25:9 quando em formato de tablet, dando ainda mais visibilidade para a resolução 2480 x 2200 pixels.

As câmeras triplas dele contam com 40MP e abertura f / 1.8 na lente principal, 8MP f / 2.4 para imagens com zoom e 16MP f / 2.2 que permite capturas em formato grande angular. Ele também grava em 4K a 60fps, não deixando a desejar nesse quesito.

Para garantir que o processador Kirin 990 5G vai ter seu funcionamento sem nenhum tipo de problema, a empresa adicionou um sistema de refrigeração aprimorado, cujo objetivo é manter o aparelho em uma temperatura equilibrada em diferentes situações.

A autonomia da bateria com capacidade de 4.500 mAh pode garantir várias horas de uso do dobrável sem precisar plugar na tomada, mas, caso haja necessidade, ele vem com tecnologia de carregamento rápido de 55W.

Algo que vai deixar a disputa de dobráveis ainda melhor é o fato da Huawei não ter aplicado nenhum tipo de entalhe no celular, dando uma visibilidade de conteúdo bem melhor do que o visto na geração atual do Fold.

Como a empresa chinesa possui diversos conflitos ainda não resolvidos com os EUA, esse aparelho vai receber a interface EMUI 10 baseada no código aberto do Android 10, mas sem qualquer serviço ligado ao Google, fazendo com que os usuários fiquem reféns do ecossistema HMS (Huawei Mobile Services), que ainda está em desenvolvimento e ainda não possui tantos apps essenciais.

Apesar desse contratempo, o smartphone Huawei Mate XS vai estar sendo comercializado a partir de março globalmente na versão de 8/256 GB pelo preço sugerido de 2.499 euros, que dá aproximadamente R$ 11.900.

Ainda não dá para saber se a produção do celular vai ser comprometida por essa calamidade pública que a China vem enfrentando, mas espera-se que os problemas sejam resolvidos antes de começar a distribuição mais aberta do produto.

Enquanto ele estiver em pré-venda, é cedo para determinar qualquer alteração no calendário de distribuição, mesmo sabendo que os brasileiros possivelmente não conseguirão realizar o processo de importação com a mesma agilidade de antes, e que mesmo com a oficialização dele aqui no país o processo de produção depende diretamente do país asiático.

Fonte: GSM Arena

Sobre Jucyber

Só uma garota apaixonada por tecnologia, mundo nerd, ficção científica e carros. CEO e criadora de conteúdo do TECNOAGE, Redatora no TudoCelular e freela aqui no Meu Smartphone quando solicitada.