Início » MEU-IPHONE » iPhone 7 explode três dias depois de comprado e afeta carreira de jogador profissional de dardos

iPhone 7 explode três dias depois de comprado e afeta carreira de jogador profissional de dardos

Contrariando as expectativas naturais, a cada geração de smartphones acabamos nos deparando com maiores riscos de explosão e combustão, devido as delicadas e complexas construções resultantes da busca intensa por inovação. Meses após um relato de um dispositivo explodindo, surge outro, e assim é mantido quase um ciclo.

O astro da vez foi novamente o iPhone da Apple, que explodiu na mão de homem de 42 anos, no Reino Unido. Lee Hayes, conta que o aparelho subitamente explodiu no momento em que ele efetuou um simples gesto swype para atender uma ligação: “Estava no banco da cozinha e o ouvir tocar. Assim que encostei na tela para atender, o telefone explodiu. Houve um barulho alto e ruído, e a força da explosão quebrou a tela”.

O iPhone 7 de Hayes tinha sido adquirido há apenas três dias através da operadora O2, e até então não tinha apresentado nenhum indicio do problema, como super aquecimento ou ruídos mecânicos. O ocorrido poderá trazer grandes problemas para a sua carreira profissional, uma vez que o jogador de dardos britânico conhecido como The Scorpion ficará de fora dos treinos té a recuperação total da sua mão direita.

Vários fragmentos minúsculos de vidro ficaram embutidos na minha mão e minha namorada tem os retirado por dias. Foi uma lesão desagradável – o sangramento em minha mão estava muito forte – mas poderia ter sido muito pior. Eu poderia ter perdido a minha mão.

Sem nenhuma confirmação sobre o motivo da explosão do dispositivo, e o pai de quatro filhos demonstrou a sua preocupação com o acidente: “O filho de dois anos de minha namorada estava em casa, então poderia ter facilmente sido ele”. 

O caso acabará em tribunal, uma vez que a O2 substitui o dispositivo mais recusou-se a arcar com os danos causados ao jogador. Até momento, nenhuma declaração oficial foi dada pela Apple.

Sobre André Portella

Estudante de TI, viciado em música, adorador de tecnologia e games.