iPhones podem ser proibidos no Irã para evitar contrabando

Lumia 950 vs iPhone SE - Software

Em um ultimato, as autoridades iranianas pediram que fabricante do iPhone, Apple Inc., registre oficialmente seus produtos no Irã, ao contrário disso a empresa poderá ter seus produtos proibidos no país.

Para fins de anti-contrabando, o Irã iniciou um projeto, que funciona sob o gabinete do presidente, para proibir telefones contrabandeados. O esquema terá início no final desta semana e vai exigir que todos os telefones celulares sejam registrado no órgão local de telecomunicações. Quaisquer dispositivo que não seja registrado não poderá ser utilizado.

Um representante do escritório anti-contrabando disse que não há nenhuma limitação legal para impedir a Apple de registrar seus produtos no Irã e deu o seguinte comunicado:

“Se a Apple não se estabelecer oficialmente no Irã dentro dos próximos dias, todos os iPhones serão recolhidos do mercado“, declarou Tasnim diretor do escritório anti-contrabando do Irã.

Mais de 40 milhões de iranianos utilizam Smartphones, incluindo milhões de usuários de iPhones, no qual grande maioria deles são importados para o país por contrabandistas. No ano passado, a Apple iniciou negociações com distribuidoras locais no país, mas sem nenhum sucesso até o momento.

Via: Japan Times

Sobre Uanderson Conceição

Chief executive officer (CEO) na empresa Meu-Smartphone. Youtuber, adora praticar Downhill Mountain Bike, entusiasta da natureza e acredita soberanamente em Deus.