Lista dos mais radioativos: Precisamos nos preocupar com radiações emitida pelos celulares? Eles causam câncer ou outros problemas de saúde?

Assim como acontece todos os anos, saiu o novo relatório do instituto de pesquisa Statista elaborada por infográfico que nos revela a lista dos celulares que possuem maior índice de radiação, isso com base em análises do BfS sobre a taxa de absorção específica (SAR, na sigla em inglês), método este mundialmente conhecido.

A listagem abaixo mostra alguns dos aparelhos da atualidade que mais emitem radiação, se baseando ao momento em que o aparelho celular está colocado sobre o ouvido do usuário.

Como o estudo vem sendo feito desde o ano passado, o ranking levou em consideração modelos tecnicamente disponibilizados recentes no mercado. Claro, também foi destacado as marcas mais relevantes e que mais comercializa smartphones ao redor do mundo, como é o caso da AppleBlackBerryFairphoneGoogleHonorHTCHuaweiLGMotorolaNokiaOnePlusSamsungSonyXiaomi e ZTE.

Razões pelos quais devemos nos preocupar

Primeiro, há três razões principais pelas quais as pessoas estão preocupadas se os telefones celulares possam ter o potencial de causar certos tipos de câncer ou outros problemas de saúde devido a emissão de radiação:

  1. Os telefones celulares emitem radiação de radiofrequência, uma forma de radiação não ionizante , de suas antenas. Partes do corpo mais próximas da antena podem absorver essa energia.
  2. O número de usuários de telefones celulares aumentou rapidamente. Já são mais de 2 bilhões de usuários ao redor do mundo.
  3. Com o tempo, aumentaram o número de chamadas por dia, a duração de cada chamada e a quantidade de tempo que as pessoas passam próximo ao celular. Devido às mudanças na tecnologia, aumentou-se também o número de estações base para a transmissão de sinais sem fio.

A radiação por radiofrequência é uma forma de radiação eletromagnética. Esse tipo de radiação pode ser classificada em dois tipos: ionizante (por exemplo, raios-x , radônio e raios cósmicos) e não ionizante (por exemplo, radiofrequência e frequência extremamente baixa ou frequência de potência).

O único efeito biológico consistentemente reconhecido da radiação por radiofrequência em humanos é o aquecimento. Como é o caso dos fornos de microondas que aquecem os alimentos e causam efeitos da radiação por radiofrequência. A exposição à radiofrequência do uso do celular causa aquecimento na área do corpo em que o dispositivo é mantido (ouvido ou cabeça). 

Entretanto, o que se sabe é que a radiação emitida pelos celulares não é o suficiente para aumentar a temperatura corporal de forma mensurável. Portanto, não existem outros efeitos claramente estabelecidos. Leia Mais…

Como evitar o contato com a radiação?

  1. Reserve o uso de telefones celulares para conversas mais curtas.
  2. Use um dispositivo com tecnologia de mãos livres, como fones de ouvido com fio, para distanciar o telefone da cabeça.
  3. Os kits viva-voz reduzem a quantidade de exposição à radiação por radiofrequência na cabeça porque a antena, que é a fonte de energia, não é colocada contra a cabeça.

Aqui no Brasil não é tão comum fazermos ligações, visto que usamos muito mais os apps de mensagens do que realizar chamadas. Entretanto, ao seguir os passos descritos acima você estará diminuindo drasticamente sua cabeça/corpo das exposições de radiações.

Fonte / Fonte 2

Sobre Uanderson Conceição

Chief executive officer (CEO) na empresa Meu-Smartphone. Youtuber, adora praticar Downhill Mountain Bike, entusiasta da natureza e acredita soberanamente em Deus.