Malware encontrado na Google Play Store pode ter infectado milhões de dispositivos, afirma empresa de segurança

Com uma loja de aplicativos repleta de opções, não é incomum ficar tentado a experimentar tudo o que está disponível. Ao notar que você pode encontrar quase qualquer coisa em uma simples busca na Google Play Store, a vontade de explorar do usuário inexperiente quase sempre o levará a baixar tudo aquilo que ele achar interessante e couber em seu dispositivo, sem se preocupar com a fonte ou desenvolvedor, abrindo assim uma porta ou duas para a infecção por malwares. Usuários experientes sabem que devem ter cuidado, contudo, a situação tem sido um pouco mais complicada.

Segundo dados da companhia Check Point, alguns aplicativos tem utilizado de métodos sujos para se passar por opções autenticas da Play Store, infectando usuários através de um malware que pode roubar dados e até criar uma rede de bots preparados para efetuarem ataques DdoS.

Um dos meios mais comuns utilizados fica por conta de “apps guias” para games populares, que apresentam ícones e imagens semelhantes a opção original com a finalidade de fazer o usuário confundi-lo com o jogo que de fato deseja baixar. Basta abrir o app e você já pode estar sendo vítima do golpe.

De acordo com as pesquisas do grupo, foram encontrados mais de 40 guias infectados, sendo o mais antigo deles disponibilizado no mês de novembro de 2016. A companhia ainda afirma que pelo menos 2 milhões de dispositivos podem ter sido infectados com base no número de downloads encontrados nos guias.

A Check Point afirma ter alertado o Google sobre o problema, informando todos os aplicativos infectados localizados na loja. Em ação imediata, a gigante das buscas já os removeu, o que não resolve o problema, uma vez que novos aplicativos infectados tem surgido após a ação.

Não foi oferecido nenhum comunicado oficial sobre a posição da Google, então vale a pena ter cuidado redobrado ao efetuar um novo download no seu smartphone Android.

Fonte.

Sobre André Portella

Estudante de TI, viciado em música, adorador de tecnologia e games.