Mi A3 X Mi 9 SE: saiba qual dos modelos da Xiaomi é a melhor escolha para você

Com um mercado extremamente ativo, a corrida por especificações técnicas cadas vez melhores acabou tornando este ponto cada vez menos relevante na hora de escolher um novo aparelho. Entre vários motivos para o porque, podemos notar que foi alcançado um patamar onde a chegada de uma nova geração não impulsiona um grande avanço em poder, visto que a pesquisa por novas tecnologias tende a ser mais lenta que a renovação do mercado.

Tendo isso em vista, notamos que cada vez mais os aparelhos entre as marcas começaram a obter características similares, tornando a escolha do consumidor muito mais relacionada ao seu apreço pessoal pela fabricante. Mas o que fazer quando dois modelos da mesma marca possuem faixas de preço e especificações parecidas?

Este é o caso do Mi A3 e Mi 9 SE, dois modelos lançados pela chinesa Xiaomi que tem características, preços e especificações bastante próximas, gerando grandes dúvidas aos mais diversos consumidores interessados em adquirir um aparelho da marca.

Briga entre Irmãos

Uma vez a primeira vista os aparelhos parecem se confundir, pontos de design aqui devem ser menos relevantes, sendo os dois igualmente belos e equiparáveis. Contudo, ainda existem diferenças, visto que há um aspecto mais arredondado no A3 em contraste ao corpo mais reto do Mi 9 SE, assim como uma pequena disparidade entre o tamanho das telas e consequentemente o tamanho do seus corpos e bordas, o que pode fazer a diferença para alguns usuários. Em conhecimento disto, o que está por baixo da carcaça deve ser o primeiro ponto de grande analise aqui:

Xiaomi Mi A3

Fazendo parte de uma das linhas mais bem vistas da Xiaomi, o Mi A3 esbanja seu Android 9 em uma versão bem pura, o que por si só já o torna diferencial entre os outros dispositivos da marca. Outros pontos que devem se destacar aos olhos do consumidor estão na sua tela ligeiramente maior, a possibilidade de expandir a sua memória por meio de um cartão SD, e a já rara entrada para fones de ouvido.

Além disso, o aparelho deve ser uma opção mais interessante para quem precisa de um pouco mais de energia, assim como para os usuários que priorizam uma boa câmera para selfies.

  • Tela 6.01″, 720 x 1560 pixels
  • Processador Snapdragon 665 2GHz
  • Memoria RAM 4GB
  • Armazenamento de 64GB/128GB expansível
  • Câmera Tripla de 48MP+8MP+2MP
  • Câmera Frontal 32MP
  • Bateria 4030 mAh
  • Sistema Operacional Android 9.0
  • Espessura 8.5 mm
  • Peso 174 g
  • Preço 249 EUR (em média, R$ 1400)

Xiaomi Mi 9 SE

Com um processador mais poderoso e uma tela com maior resolução, o Mi 9 SE certamente se destaca entre os usuários que buscam especificações mais parrudas. Deste modo, a capacidade extra de RAM e a quantia maior de pixels por polegadas torna um modelo mais consistente para jogos e consumo intenso de mídias, bastante populares nos dias atuais. Ainda que não tenha uma memória expansível, o modelo traz suporte a NFC, tecnologia ausente em seu concorrente direto.

Para os fãs da marca, a MIUI 10 pode ser um ponto decisivo aqui, visto que traz inúmeros recursos que a versão mais limpa do sistema não oferece, ao preço de um ciclo independente de atualizações e desenvolvimento.

  • Tela 5.97″, 1080 x 2340 pixels
  • Processador Snapdragon 712 2.3GHz
  • Memoria RAM 6GB
  • Armazenamento 64GB/128GB
  • Câmera Tripla de 48MP+8MP+2MP
  • Câmera Frontal 20MP
  • Bateria 3070 mAh
  • Sistema Operacional MIUI 10 (Android 9.0)
  • Espessura 7.5 mm
  • Peso 155 g
  • Preço 300 EUR (em média, R$ 1700)

Visto que existe uma diferença de preço bem pequena entre os aparelhos, provavelmente a escolha deve ficar por conta do seu perfil de uso, sendo ele mais voltado para atividades que exigem mais poder de fogo ou mais voltado para captura de imagens e longevidade energética. Caso queira detalhes mais completos sobre um comparativo entre os modelos, sugiro que visualizar o vídeo acima anexado.

Sobre André Portella

Estudante de TI, viciado em música, adorador de tecnologia e games.