Microsoft confirma que o Creators Update chegará atrasado aos Smartphones

Caso você tenha prestado atenção no desenvolvimento do próximo grande update do Windows 10, deve estar ciente de que as coisas não tem andando de forma igualitária para os dois principais núcleos. Enquanto os computadores vem gozando de updates constantes que apresentam novas e valorosas funções para a plataforma, o sistema móvel não recebeu nada de expressivo, os smartphones não receberam nenhuma alterações significativa, contando apenas com algumas correções e adições superficiais, que poderiam muito bem compor a lista de alterações de qualquer simples update corretivo mensal.

Deste modo, não era de se espantar se a empresa decidisse adiar o lançamento para estes dispositivos, e é justamente o que a Microsoft acaba de oficializar. Enquanto os desktops contarão com o Creator’s Update no mês de abril, os smartphones receberão a atualização “um pouco depois”. Não é a primeira vez que que isso acontece, mas sem dúvidas é a primeira vez que a decisão assume um caráter pouco relevante, devido ao fato do pacote no estado atual não agregar nada de muito importante aos usuários.

“A atualização inicial será para desktop, mas outras versões estarão disponíveis posteriormente.”

Sem nenhuma informação oficial de como a Microsoft poderá aproveitar esse tempo extra, especula-se que a companhia venha a dedicar-se de forma exclusiva a incrementação das novidades apresentadas nos computadores ao Windows 10 Mobile, como as alterações no modo Continuum, as melhorias ao WiFi, melhoriar a personalização, ao Microsoft Edge, entre outras seções. Uma vez que a chefe do programa Insider na Microsoft, Dona Sarkar, informou anteriormente que estas novidades chegariam em um segundo momento, pode se dizer que existem grandes chances das informações coincidirem.

Especula-se que o próximo passo da Microsoft será totalmente voltado para os seus esforços no setor móvel, o que talvez indique que a empresa esteja utilizando este adiamento como uma fase preliminar desta etapa, algo que até o momento deve ser visto de forma especulativa.

Mesmo que todos as ações da empresa até hoje indiquem o contrário, pode ser a oportunidade ideal para finalmente fazer jus ao momento em que seu CEO disse “Mobile First”…

Fonte.

Sobre André Portella

Estudante de TI, viciado em música, adorador de tecnologia e games.