Microsoft já removeu mais de 100.000 Aplicativos da Windows Store

windows-apps

Semanas atrás, a Microsoft começou a enviar os alertas via email para os desenvolvedores, alertando-os que, se seus apps – públicos e privados, se não fossem atualizados para a nova politica da empresa, seriam removidos da loja a partir do dia 30 de setembro.

Bom, exatamente na data prevista a varredura se iniciou com a empresa fazendo remoção de aplicativos defasados da Windows Store. Dito isso, os desenvolvedores começaram a receber e-mails alertando-os de que seus aplicativos estavam sendo removido por não seguir as novas diretrizes imposta pela empresa.

Agora, de acordo com WindowsBlogItalia, a Microsoft já removeu mais de 100.000 apps, pelo menos na versão italiana da loja, com o número de aplicativos passando de 329.507 aplicativos para 239.216 aplicativos, com esse número registrado no último dia 19 de outubro de 2016.

apps-windows-store

Abaixo podemos ver a carta enviada pela Microsoft para diversos desenvolvedores impondo suas condições gerais para manter seus apps na loja de aplicativos.

Condições gerais:

  • Seu aplicativo deve ter metadados distintos e informativo.
  • Seu aplicativo deve fornecer ao usuário uma experiência valiosa e de qualidade.

Critérios específicos que podem ser aplicadas aos aplicativos:

  • Verifique se o título não usa um nome semelhante a outro aplicativo ou serviço.
  • Use um título que é distintivo e legível.
  • Use um ícone que seja fácil distingui-lo de outros aplicativos.
  • Forneça uma descrição clara, apropriadamente conciso e fácil de entender.
  • Use uma descrição que dá aos clientes informações suficientes sobre a sua aplicação.
  • Certifique-se que a descrição é precisa sobre os recursos e funcionalidades do seu aplicativo.
  • Escolha imagens que dão informações úteis sobre o que seu aplicativo faz e destaque os recursos principais.
  • Certifique-se de que os prints ilustram com precisão as características e conteúdo do aplicativo.
  • Proporcione uma experiência valiosa para os clientes.
  • Forneça um valor adicional em comparação com outros aplicativos.

Segundo a Microsoft, todos os aplicativos que não cumprirem as regras, seja ele famoso ou não, rentável ou não serão afetados com a remoção. Contudo, é muito provavelmente que ao passar dos dias e semanas veremos mais e mais apps desaparecendo da loja.

Via

Sobre Uanderson Conceição

Chief executive officer (CEO) na empresa Meu-Smartphone. Youtuber, adora praticar Downhill Mountain Bike, entusiasta da natureza e acredita soberanamente em Deus.