Microsoft pode trazer emulação de apps x86 para o Windows 10 Mobile com o Redstone 3

microsoft-continuum

Nos últimos eventos e declarações dos maiores nomes a frente da Microsoft e do Windows 10 Mobile, ficou bem claro que o Continuum é a peça chave para trazer destaque e diferenciação a versão móvel do Windows, e nele se aposta as maiores fichas sobre os futuros planos da empresa em relação ao OS.

Contudo, a limitação de fazer uso apenas de aplicativos para sistemas operacionais móveis torna a utilidade da função questionável para muitos, uma vez que para tornar real o conceito de um computador de bolso é preciso de programas ainda mais robustos, e é isso que parece estar por vir.

Ainda que o sistema Universal de apps continue forte e a vigorar, segundo a sempre certeira em informações internas sobre a Microsoft, Mary Jo Foley, a companhia esta prestes a incluir um emulador de programas x86 ao sistema operacional para dispositivos ARM64 no update Redstone 3, previsto para o fim de 2017.

continuum

De acordo com a fonte, o emulador esta sendo desenvolvido sobre o codinome “Cobalt” e deve contar com a colaboração da HP, que trouxe para o Elite X3 uma suporte a programas x86 através do seu serviço de virtualização de Workspace via nuvem, que contudo era salgada, custando U$579 por ano.

Para que a Microsoft consiga atingir os consumidores e pequenos negócios, será necessário encontrar um modelo mais atrativo e sustentável. É importante lembrar que a habilidade de rodar programas clássicos em um smartphone é o pilar do conceito do tão sonhado Surface Phone, que segundo rumores, deverá chegar junto ao terceiro update do arco Redstone.

É preciso lembrar que o Windows 10 Mobile continua sendo um sistema 32 bits nos dias de hoje, ainda que existam diversas referências nas linhas de código a Windows 10 Mobile ARM64 nos últimos tempos.

Via.

Sobre André Portella

Estudante de TI, viciado em música, adorador de tecnologia e games.