Motorola está sendo obrigada a dar um Moto Z Play para diversos donos do Moto G4 Plus, entenda

Com uma proposta extremamente condizente ao nosso mercado, a linha Moto G teve exito nas vendas e obtenção do publico muito rapidamente. Mas com um alto índice de insatisfação do consumidor, muitos donos do Moto G4 Plus que ficaram com seus aparelhos por mais de 30 dias ou que acaba sendo levado mais de uma vez para a autorizada, estão registrando denuncia no PROCON, e a fabricante está sendo obrigada a oferecer um modelo superior a eles.

Com diversas falhas conhecidas, muitos relatos de problemas de todas as formas tem sido registrado no Reclameaqui e em diversas comunidades como em nosso grupo Moto G4 Plus / Moto G5 Plus no Facebookdecepcionando aqueles que desembolsaram cerca de 1.500 reais para ter um um produto de qualidade. O grande ponto é: com uma alta demanda de reparos e trocas, é natural que o processo de resolução tenda a ficar mais lento, o que vai de contra aos direitos do consumidor.

Não é preciso navegar muito para encontrar reclamações sobre casos onde um aparelho ultrapassou o prazo de 30 dias definido pelo código de defesa do consumidor (artigo 18). Sabendo disto, alguns consumidores procuraram órgãos de ajuda, na tentativa de fazer valer os seus direitos e dessa forma forçar uma ação ou resposta da empresa. Como é previsto na lei em questão, a Moto se vê obrigada à permitir ao cliente optar pela devolução do valor de compra, pagar uma multa ou o recebimento de um aparelho novo da mesma linha ou superior, a escolha fica por conta do cliente.

Fernando Souza: eu tive muitos problemas com o G4Plus, já estou no Procon resolvendo o problema e estou na dúvida entre o G5Plus e o Moto Z Play, qual dos dois seria melhor?”

‎Erik Victor‎: “Abri reclamação no PROCON segunda feira, hoje me ligaram me oferecendo um moto g4 plus novo, falei q nao tinha interesse ai me deram um moto Z play.”

Nesse processo, tem gente se dando muito bem já que, que devido a questões burocráticas, a marca tende a evitar ao máximo a devolução do dinheiro, ofertando um novo dispositivo da mesma linha. No entanto, no caso de recusa, apenas um aparelho superior poderá ser ofertado. Graças a esta obrigação, existem casos onde um Moto G4 foi substituído por um Moto Z Play, por exemplo.

É importante lembrar que não existe nenhuma garantia de haver uma oferta tão generosa no seu caso. É natural que a marca tende negociar com o consumidor o meio menos prejudicial para ambas partes.

Sobre André Portella

Estudante de TI, viciado em música, adorador de tecnologia e games.