Não somos nós quem deve apoiar o Cerulean Moment – mas sim a Microsoft

O Coship Moly W5 com Windows 10 Mobile, lançado no incio de 2016, recebeu algumas alterações internamente para passar a ser uma propriedade da WhartonBrooks, no qual está fazendo agora uma campanha que vai arrecadar fundos para tornar seu projeto uma realidade para os fãs da plataforma.

Eu particularmente não apoiaria essa ideia nem mesmo acho que qualquer pessoa deveria apoia-la. Primeiro porque trata-se de uma campanha, onde os consumidores devem investir cerca de 200 dólares para receber seu produto somente em agosto, isso se a campanha bater sua meta. Bom, nós todos sabemos que ninguém gosta de comprar no escuro, até aí já se sabe o quanto é alto o risco dessa campanha falhar. Na verdade, sabemos que qualquer investimento de campanhas de smartphones tende a fracassar, até porque há muitas opções nas prateleiras esperando por você, ao passo que não faria qualquer sentido alguém comprar algo sem recebe-lo imediatamente.

Em vez disso, a Microsoft é quem deveria intensificar e dar todo suporte à WhartonBrooks e Coship (ou quem quer que seja a fabricante do produto), um milhão de dólares para financiar este projeto seria como se fosse alguns trocados para a Microsoft. Claro, a intenção aqui não seria de especificamente apoiar a empresa e sim como uma forma de tratar melhor os cliente, fãs e entusiastas da plataforma. Mas o que quer que seja, esse valor não faria qualquer falta para a Microsoft investir no financiamento, já que a empresa possui em seus cofres mais de US $ 113 bilhões de dólares. Talvez a Microsoft poderia levar isso como uma instituição de caridade não é mesmo?

[gallery columns="2" size="large" ids="49548,49549"]

No entanto, este telefone poderia simplesmente estar chegando no momento errado. Rumores, especulações e evidências estão percebendo que o Windows 10 Mobile está se liquidando, uma vez que a Microsoft parece estar substituindo o mobile para tornar o Windows 10 PC compatível com processadores ARM (Qualcomm Snapdragon).

Eu já escrevi isso várias vezes aqui, a Microsoft precisa ser sincera e objetiva no que quer que os clientes pensem sobre seus futuros projetos, afinal, há muita falta de dispositivos e nenhum empreendimento tem sido feito quando se trata de hardware móvel.

Se a Microsoft não ajudar os fãs que querem um dispositivo da WhartonBrooks, nem a própria WhartonBrooks pode, apesar de ter a melhor das intenções.

Fonte

Sobre Uanderson Conceição

Chief executive officer (CEO) na empresa Meu-Smartphone. Youtuber, adora praticar Downhill Mountain Bike, entusiasta da natureza e acredita soberanamente em Deus.