Nem o Microsoft Edge nem mesmo o Bing poderá ser alterado aos padrões do Windows 10 S

Ontem, a Microsoft anunciou a nova versão do seu sistema operacional, o Windows 10 S, que é voltado para setores educacionais. A principal diferença entre as demais versões do SO, como o Windows Pro ou Home, é que no S você só será capaz de instalar aplicativos da loja de Apps.

Essa notícia não soou tão ruim até que se pudesse observar a situação mais profundamente. Em primeira instância, você estará limitado a usar navegadores que só estejam disponíveis na Loja e até onde sabemos, nem o Chrome, Firefox ou Opera estão lá – o que já é incômodo por não termos a oportunidade de utilizar navegadores mais utilizados mundialmente.

A Microsoft decidiu que nessa versão do Windows, o Edge será definido permanentemente como navegador padrão. Isso significa que mesmo que o Google lance o Chrome na Loja, o Edge ainda continua sendo o navegador padrão do sistema, ou seja, se você abrir quaisquer link recebido por compartilhamento, será o Edge que vai abrir este link. Em segundo lugar, o Bing será definitivo como o seu motor de buscas, sem opção de mudar para o Google ou qualquer outra opção.

Agora, pensando bem, o Windows 10 S é uma versão mais leve do sistema – ao passo que ele deve entregar bom desempenho em hardware mais acessível e o Edge é realmente um navegador bastante sólido e mais eficaz se comparado ao Chorme, nesse sentido. Claro, a maioria dos compradores podem não se importar muito com isso. No entanto, forçar Bing como o mecanismo de busca padrão é um pouco demais.

De modo geral, teremos que esperar e ver como o público vai reagir e o que a Microsoft dirá à respeito disso. Até aqui, vemos que essa versão do Windows é um pouco limitada e deixa de entregar a sensação de liberdade para o usuário.

Fonte | Via

Sobre Uanderson Conceição

Chief executive officer (CEO) na empresa Meu-Smartphone. Youtuber, adora praticar Downhill Mountain Bike, entusiasta da natureza e acredita soberanamente em Deus.