Nokia anuncia compra da Alcatel-Lucent por 16 Bilhões de Dólares, será que veremos novos telefones?

Photo illustration of a woman holding a smartphone in front of a screen displaying both Nokia and Alcatel Lucent logos in Paris

Recentemente noticiamos aqui que, a Nokia estava em negociações avançadas para adquirir a Alcatel-Lucent. Hoje, a fabricante Finlandesa finalmente anuncia a aquisição da empresa global de telecomunicações, pelo valor de US$ 16,6 Bilhões de Dólares, isso é mais que o dobro do que a Microsoft pagou para adquirir a divisão de telefonia da Nokia.

Vale lembrar que, a Alcatel-Lucent não deve ser confundida com a Alcatel OneTouch, que trabalha no seguimento de fabricação de smartphones, tablets e smartwatches. Já a Alcatel-Lucent trabalha no seguimento em infra-estruturas de telecomunicações.

O acordo permitirá a Nokia consolidar sua posição no segmento de equipamentos de rede e permitirá que a fabricante Finlandesa desafie os gostos da Ericsson. A Nokia anunciou que ela estará trabalhando em tecnologias-chave incluindo “Rede 5G, IP e definições por software de rede, nuvem, analytics, bem como sensores de imagem.”

A grande dúvida é, ela realmente pretende voltar ao ramo de telefonia? Bom, se tratando de tablets ela já iniciou a produção, anunciando o Nokia N1,  no entanto, porém, como os smartphones da Alcatel são fabricados em uma joint venture da TCL na China, essa aquisição anunciada hoje não significa necessariamente que a Nokia venderá aparelhos com Android, futuramente, pois a joint venture provavelmente poderá até chegar ao fim.

Outros dados são de que a Nokia supostamente pode estar discutindo a venda da sua divisão de mapas, o Here Maps, já que a empresa pretende dedicar mais tempo em sua divisão de redes sem fio. A Microsoft tem grandes chances de adquirir este serviço.

Só nos resta aguardar e ver no que tudo isso pode resultar futuramente.

Via: WC

Sobre Uanderson Conceição

Chief executive officer (CEO) na empresa Meu-Smartphone. Youtuber, adora praticar Downhill Mountain Bike, entusiasta da natureza e acredita soberanamente em Deus.