#1 Nova série: Android para usuário Windows

iOS Android Windows 10

Primeiramente, não. Essa matéria não tem objetivo de criticar o sistema da Microsoft, nem converter usuários para concorrência. O foco é totalmente diferente.

  • Mudança

Como já foi comunicado pelo Uanderson Conceição, redator chefe do Meu-Smartphone, o site, canal e grupo estão passando por modificações. Sabe, a vida de um produtor de conteúdo para Web é complicada. Muitas pessoas não imaginam que pessoas tem essa atividade como além de um hobby, seu emprego. Devido as circunstancias e as últimas posições que a Microsoft tem tomado quanto ao seu sistema, é necessário ampliar o negócio.

Como vocês já sabem, a marca “Meu-Smartphone” não está vinculada a nenhuma empresa ou Sistema Operacional. Ampliando a abordagem, não estamos apenas atingindo um público que sempre gostou dos outros OS’s, mas também permitindo que você, leitor do site que decidiu mudar de plataforma (seja qual for o motivo) possa continuar acompanhando novidades no site, agora também para o seu novo mundo, mas podendo sempre estar a par das melhores noticias sobre o Windows, como sempre foi.

Pensando nisso, estarei iniciando essa nova série, que visa auxiliar o usuário que decidiu aderir a uma nova plataforma, mas ainda tem a preferencia por serviços e a experiência que a Microsoft pode proporcionar. Totalmente inspirada na série original “Android for the Windows Guy” do jornalista Paul Thurrott, essa será uma espécie de regionalização dessa série para vocês.

  • Porque eu vou querer um “Travadroid”?

Android doctor

O Android teve sua imagem extremamente afetada pelo péssimo desempenho que os aparelhos apresentavam até a versão Jelly Bean. Mesmo ao escolher um aparelho top de linha, dificilmente o usuário estava livre de bugs e principalmente travamentos. Isso tudo ainda era piorado pelas interfaces customizadas das fabricantes, que ao tentar diferenciar o seu produto da concorrência incluíam diversas animações, ícones modificados, alterações em menus e funções de utilidade duvidosa que acabavam por complicar ainda mais a situação.

Contudo, a lei natural da vida é a evolução. Com o Kitkat, o Android chegou a um grau de maturação superior, com uma estabilidade em um patamar elevado, embora ainda longe da perfeição. Isso nem sempre era percebido de fato por todos os usuários, já que na época aparelhos com apenas 4GB de memória interna eram comuns, os 512mb de ram embora suportados pela versão estavam longe da medida certa e a péssima mania da adição de bloatwares (aplicativos adicionais incluídos pelas fabricantes e que não podem ser excluídos) acabavam por limitar a experiência do usuário. Com lançamentos importantes no mercado como o Moto G de primeira geração esses problemas foram se dissolvendo, e hardwares mais parrudos foram aparecendo aos poucos tornando o consumidor cada vez mais exigente.

Até que o Lollipop foi lançado, e com o Material Design – sua nova diretriz visual – atraiu muita gente que torcia o nariz para a predominante interface Holo. Com uma versão ainda mais estável e aparelhos mais parrudos, chegamos a um grau de maturação onde o sistema em sua forma pura entrega um desempenho extremamente decente, o que foi ainda melhorado com o Marshmallow, último update do robozinho. Hoje em dia, acreditar que o Android ainda contém travamentos é o mesmo que um ex-usuário do Windows Phone 7 achar que o Windows Phone não possuí apps!

  • Porque Android e Não iOS?

Apple vc Android

Uma vez decidido a mudar de plataforma, o usuário Windows se vê em uma grande questão. Android ou iOS? Muitos usuários provavelmente clamariam pela maça, mas será essa a melhor opção?

Todos nos sabemos que a Microsoft Garage parece possuir um amor em especial com a solução da Google, e isso tem um motivo. Por ser um sistema Open Source, é possível para um desenvolvedor ir a fundo do sistema na hora de produzir o seu app, gerando funções inovadoras e integração com outros gadgets e sistemas de forma facilitada. Isso também é refletido nos passos oficiais da empresa com updates no Outlook e Skype para Android que podem acabar trazendo uma função ou outra que não são encontradas no iOS. Apesar de ter uma estabilidade e suporte impecáveis, o sistema da Apple não está muito disposto a deixar a Microsoft se enraizar muito por lá.

Desta forma, é fácil encontrar um mundo de possibilidades para o usuário Windows no Android. Você pode sincronizar sua conta Microsoft com o sistema, aderir a um launcher, teclado, lockscreen da empresa de Redmond e obviamente, ter todos os seus serviços no seu novo dispositivo. Mas não para por ai.

Android Notificações Multiplataforma

Pouco tempo atrás foi divulgado que a Cyanogen estaria trabalhando em uma profunda integração com o seu sistema, que é resumidamente uma versão alternativa com base no Android. Essa integração visa te proporcionar uma experiência com a assistente virtual similar a oferecida por um PC ou Smartphone com Windows. Claro, você pode acessar a Cortana em qualquer Android, mas não até esse nível.

E mais: Durante a Build 2016 a Microsoft anunciou que a Cortana utilizará da nuvem para integrar as notificações do seu Smartphone Android ao seu computador com Windows 10 e virse e versa assim como no Windows 10 Mobile. E é claro, nada disso é possível fazer no iOS.

  • E o vencedor é…

Pensando por esse lado as coisas ficam mais claras, mas ainda assim é muito difícil optar por um. Se a sua escolha for pelo iDevice, não se preocupe, estaremos trabalhando para uma série voltada para o iOS também, assim que possível.

Esse foi o primeiro episodio dessa nova série para o site. Deixe-nos saber o que você pensa sobre a mesma nos comentários e nos conte, você está trocando de plataforma? Ou o Windows é de fato a sua “casa”?

Caso esteja interessado e domine o inglês, segue o link para a matéria que inspirou a serie.

Sobre André Portella

Estudante de TI, viciado em música, adorador de tecnologia e games.