O futuro da linha Lumia continua sendo uma incógnita e isso preocupa os usuários

Lumia 950

Em 2015 a Microsoft iniciou uma estratégia parecida com a praticada pela Samsung, diversos dispositivos no mercado com especificações e preços parecidos foram disponibilizados, a estrategia deu certo por um curto período e logo depois a empresa começou a ter prejuízos. Em 2016 a companhia decidiu tirar diversas categorias da linha lumia do mercado, atualmente apenas a linha 5xx, 6xx e 9xx são vendidos e em poucos países, o que mostra um futuro incerto para a divisão mobile da dona do Windows.

Hoje (18/05), a Microsoft anunciou a venda da divisão mobile dos Features Phones – aqueles celulares básicos e baratos, a montadora Foxconn foi a compradora e com isso vemos que a Microsoft está tentando ao máximo largar a vida de produtora de celulares.

Com este anuncio, a empresa deixou claro que continuaria dando suporte as empresas parceiras que estão fabricando smartphones com Windows 10 Mobile, além dos recém lançamentos Lumia 550, 650, 950/XL . Até aí tudo bem, mas será que a Microsoft está entusiasmada em desenvolver novos projetos com a marca Lumia? Será realmente teremos um Surface Phone em 2017? E até lá, será que os usuários irão esperar?

Surface Phone

Essas são algumas das perguntas que os usuários vem fazendo quando pensam em adquirir um novo smartphone. A morte do Windows 10 Mobile não é assunto nos corredores da Microsoft e isso a empresa já deixou bem claro, até porque não faria nenhum sentido ela desistir agora, uma vez que a plataforma universal depende especialmente do setore de mobilidade. Mas será que é possível conseguir alavancar o SO sem investir no setor mobile?

Ao ser questionada pelo site internacional MSPowerUser, a empresa disse mais do mesmo e no fim só complementou a venda e o intuito de dar suporte as OEM’s.

A Microsoft vai continuar apoiando seus novos smartphones e vai apoiar também os seus parceiros como a Acer, HP, Alcatel, HP, Vaio… E a venda da divisão de Features Phones não interfere diretamente na linha Lumia, essas que continuarão tendo suporte da Microsoft.

Assim como a própria Microsoft diz, a venda da divisão de celulares não afeta a divisão de smartphones diretamente, mas e indiretamente? Será que a linha Lumia não é mais importante para a Microsoft ou será que veremos uma estratégia semelhante à linha Nexus do Google?

A Microsoft sempre errou em não dar declarações concretas, deixando seus clientes ao “Deus dará”, mas uma coisa é certa, o futuro da linha de smartphones da Microsoft continua incerta! Pelo menos até que se prove o contrário.

O que nossos leitores pensam a respeito disso?

Sobre Uanderson Conceição

Chief executive officer (CEO) na empresa Meu-Smartphone. Youtuber, adora praticar Downhill Mountain Bike, entusiasta da natureza e acredita soberanamente em Deus.