O problema do Windows Phone não era apenas a falta de Apps, diz site

Nota do editor: Este artigo está sendo baseado em uma publicação feita pelo site MSPowerUser (site dedicado ao mundo Microsoft). Em sua maioria, as citações abaixo foram descritas pela fonte em questão e não por nós!

Antes da realidade estar clara, eu sempre me perguntava, “porque tantos usuários estão saindo da plataforma mesmo com a chegada dos aplicativos?” e a resposta não poderia ser outra, “a Microsoft acabou com a experiência que um dia fez o sistema ser original”.

Ser diferente e simples era o lema do Windows Phone na era Ballmer, bons tempos onde o usuário era o centro da Microsoft, a empresa poderia não ir tão bem no final das contas, mas mostrava que sabia agradar o usuário. Com a era atual Nadella, tudo não passa de números financeiros, ele está pouco preocupado em alavancar o novo sistema mobile e nem se interessa em criar novos projetos com a marca Lumia.

Ao serem questionados, os usuários respondem a mesma coisa quando perguntado: “porque você não gosta mais do Windows Phone?”, “A diferença de experiência é grande demais!”. O site MSPower User (site dedicado ao mundo Microsoft) ouviu alguns leitores a cerca de seus novos produtos, um disse que a Microsoft pouco se preocupou em otimizar o Windows 10 para seu Lumia 535 e outro disse que os problemas do Lumia 550 são os mesmos encontrados no Lumia 650, uma hora o Wi-Fi não funciona, outra hora aparece a mensagem de carregamento lento mesmo estando com os acessórios originais… E aí por diante.

lumia 650 w10 mobile

Outro usuário falou que a nova loja é horrível em diversos casos, “nunca vi tantos erros em uma loja só!” completou outro usuário indignado. Outro usuário se queixou de notificações que chegam com horas de atrasos. Muitas vezes alguém pode dizer que é implicância dos sites especializados, mas não é. “A Microsoft realmente não sabe fazer smartphone” disse um dos usuários.

Fica difícil defender uma empresa que só da pra trás com os usuários, os compradores estão deixando de adquirir novos smartphones com Windows por não conseguirem mais ter aquela experiência de quando usavam o Windows Phone 8.x e até mesmo o lendário Windows Phone 7.x

As análises internacionais sobre o Lumia 950XL dão dó de ver, alguns grandes canais que fazem review nem se ousaram a publicar review do aparelho. São tantos bugs que é impossível não observar, não estamos apertando na mesma tecla, estamos falando de fatos que os usuários menos informados devem saber. Não foram um ou dois bugs, loja com erros de design, configurações com layout misturado, erros em sincronizações, erros no hotspot, erros em atualizações… Foram erros por cima de erros, mas há quem diga que o sistema ainda está em desenvolvimento.

Lumia-950-display

Por exemplo, o Lumia Câmera é ótimo, mas com o Windows Câmera parece que estou tirando fotos com os celulares da Nokia de 2006. Adianta investir nas lentes Carl-Zeiss se a empresa não consegue nem ao menos otimizar o software de captura? São erros encontrados no novo sistema da empresa que estão fazendo os usuários sumirem, não existe Lumia no Brasil, mas por aí a fora os usuários pensam do mesmo jeito. Produtos que não valem o preço cobrado e software em desenvolvimento eterno.

O problema do Windows Phone não é mais os aplicativos, e sim a própria Microsoft! Quem não lembra que há um ano atrás o Gabriel Aul disse que a Microsoft com o lançamento do Windows 10 iria focar no Windows 10 Mobile, e o que aconteceu? Nada! A empresa só liberou o Windows 10 Mobile para um limitado número de usuários por pressão dos clientes. E quem não lembra quando a Microsoft disse que todos os smartphones com o Windows Phone 8.1 seriam atualizados para a nova versão do sistema, incluindo os aparelhos com 512MB de RAM? Nem mesmo o Windows Phone 8.1 Update 2 foi liberado de forma oficial.

Windows Phone 8.1 Update 2

Eu passei um tempo usando um Galaxy S6 e um Moto G3 e tive uma experiência ótima com o Android” disse o editor do site MSPU e continuou… Não com as coisas que são possíveis no Android, mas sim com as coisas que são possíveis no Windows Phone, mas que não funcionam da forma que deveria como: carregar o smartphone sem aparecer a mensagem de carregamento lento, tela retomando, abrir uma notificação na hora certa, software de câmera satisfatório… Coisas simples, mas que atualmente no Windows Phone você precisa fazer estripulias para conseguir usar. Por um determinado tempo eu achei que o Galaxy S6 tivesse sido desenvolvido pela equipe da Nokia, um software otimizado para o hardware.

Muitos dizem que em dispositivos com Windows de baixo custo roda melhor do que o Android. Não se for o Windows 10 Mobile, pois até abrir o app de música você corre risco de ficar a ver navios.

Quando a Microsoft iniciou sua estrategia de criar vários aparelhos básico com Windows em 2015, ela não pensou que ao criar um produto mal otimizado poderia acarretar em fugas de vendas futuras. Pense comigo, ninguém irá recomendar um software que te ofereceu uma experiência ruim. Ou seja, quem comprou não compra e não indica mais.

O Windows Phone está com menos de 1% de participação e não há nenhum indicio de que a Microsoft vá tentar resgatar seus usuários. A Microsoft até já declarou que os smartphones não são o seu foco para 2016, ou seja, é como eu disse em um editorial anterior. Se não há usuários, não há sistema! Basta você tirar suas próprias conclusões!

Sobre Uanderson Conceição

Chief executive officer (CEO) na empresa Meu-Smartphone. Youtuber, adora praticar Downhill Mountain Bike, entusiasta da natureza e acredita soberanamente em Deus.