O programa insider pode se expandir para além do software dos Lumias

Windows-Insider-app-phone-hero-storelisting

O programa insider da Microsoft já é um absoluto sucesso, e isso é um fato. Graças ao programa, a Microsoft está sendo capaz de desenvolver o sistema abertamente, contanto com diversos feedbacks que auxiliam na descoberta e correção de bugs e ainda permitem que o sistema seja cada vez mais moldado ao desejo dos consumidores. E parece que os planos da empresa são muito mais ambiciosos…

No twitter, um insider deu a sugestão ao Gabriel Aul (vice presidente do time de sistemas e engenharia) de que o programa pode-se ir além do software dos dispositivos, permitindo aos insiders testar também os novos aparelhos em desenvolvimento. A resposta não foi bastante concreta, uma vez que o funcionário da Microsoft indicou que a ideia é “interessante”.

insider-tweet

Contudo, o pessoal do Windows Central recebeu um email do time do Windows insider direcionado a um grupo seleto de usuários que ofereceram muitas sugestões úteis. A parte a se frisar do email é a seguinte:

” No momento, estamos selecionando Insiders como você para participar de um grupo que em breve irá desempenhar um papel ainda mais ativo no desenvolvimento do Windows 10 Mobile .

” Com base no feedback excepcional que você já vem fornecendo em builds recentes do Windows 10 Mobile Insider Preview, nós pensamos que você tem tanto o conhecimento – e a paixão – para ser parte desta equipe . “

insider-survey

No email, o usuário é instruído a responder à um questionário, onde inclui perguntas como:

  • Qual o tipo de dispositivo que você possuí
  • O seu endereço
  • Um endereço de entrega

Com base nessas perguntas é comum supor que as chances de que a Microsoft comece a enviar dispositivos em desenvolvimento para que usuários participativos no programa insider possam testa-los e prover feedback, é muito grande. Isso seria uma avanço para o desenvolvimento dos novos dispositivos, assim como para a abordagem de mercado da empresa.

Nos resta aguarda para ter informações mais concretas, mas não é a hora de comemorar ainda: muito dificilmente o programa se abrangerá ao nosso país. Iniciativas desse caráter acabam ficando restritas a poucos países e dificilmente chegam ao Brasil. Vamos torcer que a Microsoft considere as terras tupiniquins, uma vez que somos o segundo maior mercado do sistema mobile para a empresa.

Fonte: Windows Central

Sobre André Portella

Estudante de TI, viciado em música, adorador de tecnologia e games.