Pokemon Go estaria tornando as pessoas estúpidas ao por suas próprias vidas em risco

Um novo estudo da Universidade de Purdue sugere que os danos à vidas e à propriedade por causa de Pokemon Go poderiam ter excedido bilhões de dólares em prejuízos, isso com base em relatos anteriores ligado às tentativas dos jogadores “pegar” os bichinhos, tais as que incluem jogar durante uma condução.

O estudo, intitulado “Death by Pokemon GO “, mostra o lado negativo do jogo de realidade aumentada. Os economistas da Universidade Purdue, Mara Faccio e John McConnell, fizeram um pente fino nos relatórios de acidentes de Tippecanoe County, Indiana, nos primeiros 148 dias após o lançamento do jogo em julho de 2016. Apenas nesse município, o valor total de feridos, danos e as duas vidas perdidas está entre US $ 5,2 milhões à US $ 25,5 milhões. Se você expandir isso para cobrir apenas os EUA, isso, presumivelmente, estaria entre US $ 2 bilhões à US $ 7,3 bilhões em prejuízos.

Os relatórios mostraram que durante esses 148 dias, ocorreram 286 acidentes adicionais no município, em comparação com o mesmo período anterior. Dentro desse número, 134 estavam perto de pokéstops. Nesse cenário, é crucial determinar que Pokémon Go causou esses danos diretamente.

Para entender como isso foi descoberto, é importante lembrar que, no mundo Pokémon Go , existem pokestops e ginásios. Pokéstops são onde você pode obter mais pokeballs e pegar suprimentos; Os ginásios é o local onde você entra em combate com adversários. Você teria que caminhar até todos esses pontos para atingir objetivos.

Agora, com a desenvolvedora Niantic trabalhando em mais um jogo do mesmo gênero baseado no universo de Harry Potter, há chances do jogo ser ainda mais popular e consequentemente mais problemas vir à tona. Dito isso, parece que a empresa precisará trabalhar mais para garantir que as pessoas não sejam tão estúpidas ao ponto de colocar suas próprias vidas em risco, pois foi justamente isso que Pokemon estava transformando as pessoas.

Fonte: The Verge

Sobre Uanderson Conceição

Chief executive officer (CEO) na empresa Meu-Smartphone. Youtuber, adora praticar Downhill Mountain Bike, entusiasta da natureza e acredita soberanamente em Deus.