Problemas do Google Pixel persistem: agora é a vez dos donos de Macs

O Google Pixel é o primeiro smartphone planeja e produzido pelo Google, com a fabricação em parceira com a HTC, e como uma primeira empreitada ele parecia estar se saindo muito bem nos seus primeiros meses. Foi então que o amadorismo da gigante das buscas neste setor falou mais alto, e os diversos problemas que começaram a aparecer nos novos smartphones mostrou que a Google ainda precisa aprender a trabalhar melhor com Hardware.

São diversas falhas conhecidas, como problemas de rede, problemas de áudio, vazamentos de memória, reiniciamentos espontâneos, congelamentos, problemas com a câmera, falhas de segurança. Agora a dor de cabeça fica para os usuários do Mac OS, que não estão conseguindo transferir arquivos utilizando o cabo USB-C para USB-A que acompanha o smartphone. A critica fica por conta da necessidade da instalação de um software para a transferência, semelhante a obrigatoriedade do iTunes para os iDevices.

Sem atualizações desde 15 de outubro 2012 Android File Transfer tem apresentado falhas e erros incômodos durante a transferências de arquivos, complicando o uso do smartphones para os donos de desktops da Apple. A solução encontrada foi um software de terceiros chamado “HandShaker”, que por sua vez não apresenta erro algum ao transferir os dados entre os dispositivos. Desta forma, podemos considerar que o defeito não esteja nos novos Pixels e sim o software abandonado, algo que só poderá ser confirmado com uma posição oficial do Google.

Via.

Sobre André Portella

Estudante de TI, viciado em música, adorador de tecnologia e games.