Procon-SP notifica Apple por vender iPhones sem carregador

Acho que todos nós sabíamos que mais cedo ou mais tarde algo do gênero iria acontecer porque até o presente momento não existe nenhuma ideia racional para uma fabricante de celular como a Apple remover carregadores da caixa de varejo, sendo que é uma peça essencial para o produto funcionar. Contudo, o Procon-SP enviou uma notificação à Apple e a intimou a responder algumas questões.

A Fundação Procon-SP notificou a empresa nesta terça-feira (28) para se explicar a respeito da comercialização do iPhone 11, XR e SE sem carregador na caixa. A Apple é intimada a responder as seguintes perguntas:

  • por que a empresa decidiu vender aparelhos celulares sem o adaptador de tomada na caixa?
  • qual é o preço de um carregador original adquirido separadamente?
  • quanto tempo a bateria leva para ser recarregada com esse carregador?
  • como funcionará a garantia se o cliente adquirir o iPhone e o acessório em datas diferentes?
  • o consumidor pode usar outros carregadores com o iPhone?

Na realidade, a Apple já têm respostas públicas para tais questionamentos:

Ela alega que muitos dos seus clientes já possuem diversos cabos e carregadores em casa e que eles poderiam ser reaproveitados e, que isso seria o certo a se fazer para reduzir lixo eletrônico e proteger o meio ambiente (como se ela de fato estivesse preocupada com isso). Mas isso não responde a questão daqueles que não possuem nem um cabo nem um adaptador de tomada que pudesse ser utilizado exclusivamente para um novo aparelho.

Às demais perguntas são respondidas da seguinte forma: o carregador USB-C oficial de 20 W custa R$ 219 (US$ 19 nos EUA); e oferece garantia contra defeitos de fabricação de um ano contado a partir da data da compra.

Sobre a utilização de outros adaptadores, a Apple afirma que a utilização é válida e que os consumidores podem usar também antigos cabos Lighting.

Para resumo de conversa, aqueles que não tiverem um adaptador ou cabo guardados exclusivamente para utilização em um novo aparelho, serão obrigados a comprar na própria Apple ou em qualquer outro lugar os mesmos separadamente, aumentando de uma forma ou de outra a geração de lixo eletrônico (ou não?).

Via

Sobre Uanderson Conceição

Chief executive officer (CEO) na empresa Meu-Smartphone. Youtuber, adora praticar Downhill Mountain Bike, entusiasta da natureza e acredita soberanamente em Deus.