Rumor: Microsoft pretende vender setor de telefonia para Foxconn e demitir 50% do quadro de funcionários

Nokia-230

Não é segredo que hoje a Microsoft não está tão empenhada com o seu negócio de telefonia móvel, prova disso são as quedas dramáticas na venda de dispositivos, que vendeu apenas 15 milhões de aparelhos no primeiro trimestre de 2016.

Agora, de acordo com o site chinês VTech, há afirmações de que a Microsoft estaria planejando vender seu negócio de telefonia e licenciar a marca Nokia para a Foxconn. A Microsoft tem direitos sobre a marca em telefones até o ano de 2024.

Ao mesmo tempo, a fonte em questão relata que para reverter os prejuízos, a empresa estaria redirecionando metade de sua mão de obra para o setor responsável pelo linha Surface, enquanto a outra metade seria demitida. Contudo, tendo que demitir 50% do quadro atual de funcionários da Microsoft Mobile. À propósito, a divisão já sofreu mais de 18.000 demissões desde sua venda para a Microsoft em 2014.

Enquanto não sabemos sobre a veracidade da notícia, tais rumores não vem  como uma surpresa, uma vez que sabemos como anda o setor de telefonia da empresa de software. A Microsoft vem enfatizando seu interesse em fazer parcerias com outras fabricantes de smartphones, concentrando-se mais na parte do software do que na entrega de novos hardware que executam o Windows 10 Mobile.

Se for verdade, será que nossos leitores tem alguma preocupação com este movimento? Deixe-nos saber abaixo.

Via: MSPU

Sobre Uanderson Conceição

Chief executive officer (CEO) na empresa Meu-Smartphone. Youtuber, adora praticar Downhill Mountain Bike, entusiasta da natureza e acredita soberanamente em Deus.