Sabonete feio: Novo Nokia 3310 é algo nostálgico mal feito e nem de longe se parece com o original

O novo Nokia 3310 foi apresentada durante a MWC, o dispositivo que a Nokia/HMD se diz ser uma versão moderna do modelo original pode ter chamado atenção de algumas pessoas, mas ele nem de longe traz semelhanças com o modelo lançado no ano de 2000.

O modelo original não era oficialmente robusto e nem foi lançado com proposta de indestrutibilidade, mas isso foi justamente o que tornou o dispositivo popular e mudou a percepção das pessoas sobre isso até nos dias de hoje. Ele não era como smartphones de hoje, que têm telas frágeis enormes e precisam de capas de proteção, bem como papeis de parede super personalizável.

Como eu disse em meu vídeo resenha falando sobre o aparelho (link abaixo), a Nokia / HMD poderia facilmente reviver essas características e torna-lo um telefone ainda mais básico, ou seja, sem câmera, sem tela frágil, mas ao mesmo tempo torna-lo mais robusto que o modelo original. Eles poderiam, então, ter feito algo realmente indestrutível e misturar características mais básicas – assim ele poderia chamar muito mais atenção da impressa.

Aposto que muitas pessoas estariam interessadas na experiência mais simplificada que um telefone oferece. Sem patches mensais de atualizações, sem diálogos de permissão, nada disso. Acredito eu que ele não precisaria nem mesmo de apps para serem baixados, acho que muitos não se importaria se ele não pudesse instalar mais aplicativos. De fato, de acordo com uma análise, os usuários médios de smartphones instalam 1 aplicativo ou menos por mês, considerando a imensa lista de opções.

Um feature phone não precisa obrigar seu usuário a baixar seja lá o que for, se você se lembra, o original Nokia 3310 oferecia muitos recursos para o seu dia. Este novo modelo, no entanto, eu pelejo para ver em quê ele é melhor do que o Nokia 150 , por exemplo.

Outro detalhe que pude notar é que, a parte traseira do telefone é muito estranha e totalmente diferente do original, um design oval que nos faz lembrar um sabonete, e esse sabonete é muito feio.

Se o novo Nokia 3310 foi uma tentativa de reacender a memória quente do original, acho que a sua fabricante se perdeu em algo. Se foi uma tentativa de arrecadar dinheiro sobre um nome famoso … bem, quantas pessoas realmente estão dispostas a gastar dinheiro em um pedaço de nostalgia mal feita?

Sobre Uanderson Conceição

Chief executive officer (CEO) na empresa Meu-Smartphone. Youtuber, adora praticar Downhill Mountain Bike, entusiasta da natureza e acredita soberanamente em Deus.