Saímos da Bahia até São Paulo para por as mãos no Motorola Razr; te conto verdades

Essa semana nós nos deslocamos da Bahia até São Paulo para somente por as mãos no novo e primeiro celular com tela dobrável da Motorola: o Razr, que é completamente inspirado no antigo Motorola Razr V3. Contudo, neste artigo iremos descrever um pouco sobre o que conhecemos e pensamos desse conceito de telefone.

Como sempre sabemos, através das fotos de internet é uma coisa, mas a experiência é completamente diferente ao por nossas mãos sobre um novo telefone e foi justamente essa a sensação que tivemos.

Eu particularmente cheguei a concluir que o Motorola Razr é a melhor solução de smartphone com tela dobrável até o momento e, muitos apoiaram essa ideia ao comentar em um post meu feito no Instagram. Já vimos o Fold da Samsung, o Mate X da Huawei, o Mi Mix Alpha da Xiaomi e até o G8X da LG. Mas o celular da Motorola é o melhor conceito pelo simples fato de ser o mais compacto e fino tanto fechado quando aberto.

Outro recurso que se destaca no telefone da Motorola é o seu segundo display, que dispensa a necessidade do usuário estar a todo tempo abrindo e fechando o telefone para conferir notificações de aplicativos por exemplo, uma vez que essa segunda tela também é sensível ao toque. No entanto, ela possui uma certa limitação de coisas que podem ser feitas através dela, porém os recursos podem ser expandidos através de um update de software da fabricante.

A empresa enfatiza que os recursos da segunda tela foram criados do zero, já que o Android do Google não traz suporte nativo a um celular com duas telas independentes uma da outra.

Por que a bateria pequena?

Bom, a fabricante nos disse que por conta dessa nova tecnologia, a bateria além de ser mais fina, foi necessário dividi-la em duas, estando uma em uma área do telefone e a outra na outra parte. Assim, para manter uma espessura agradável foi necessário ter essa capacidade. Quem sabe nas próximas gerações esse problema não seja solucionado de alguma forma. Entretanto, a fabricante disse também que o telefone aguentaria tranquilo o dia inteiro para o uso moderado.

Quando o celular está aberto é muito interessante, pois mesmo sendo uma tela dobrável, você não percebe nenhuma curvatura na tela e por ser o primeiro modelo isso já é algo muito positivo. Além disso, a tela entrega a mesma proporção vista em alguns modelos da linha Moto One – a 21:9. O mais interessante, o telefone realmente se parece muito com o antigo e campeão de vendas Motorola Razr V3 lançado em 2004, tanto aberto quanto fechado. Tivemos acesso a ele lá no escritório da Motorola e concluímos isso.

Preço e disponibilidade

A tecnologia de tela dobrável ainda é muito caro e o que não agrada no telefone é o seu custo. Se lá fora ele já sai muito caro, cerca de U$ 1.500 dólares, nem quero imaginar por quanto chegará aqui no Brasil quando for disponibilizado entre o final de janeiro e inicio de fevereiro.

Motorola razr – especificações

  • Dimensões:
    • Desdobrado: 72 mm x 172 mm x 6,6 mm
    • Dobrado:  72 mm x 94 mm x 14 mm
  • Peso:  205g
  • Display:
    • Principal “Flex View”: pOLED 2142 × 876 de 6,20 polegadas (21: 9)
    • “Visualização rápida” fechada: 2,69 polegadas gOLED 800 × 600 (4: 3)
  • Câmera:
    • Externa: 16MP (Sony IMX517) f / 1.7, 1.22μm com EIS, suporte para Visão Noturna
    • Interna: 5MP f / 2.0, 1.12μm
  • Processador:  Qualcomm Snapdragon 710
  • RAM: 6GB
  • Armazenamento: 128GB
  • Capacidade da bateria:  2510mAh com carregamento de 15W TurboPower
  • Conectividade:  bandas eSIM, NFC, CDMA, LTE 2/3/4/5/7/13/20/28/66, Bluetooth 5.0 LE, GPS / GLONASS, WiFi 802.11 a / b / g / n / ac
  • Segurança:  Digital capacitivo embutido ao botão liga / desliga
  • Classificação IP: Nano-revestimento à prova de respingos
  • Áudio: Alto –  falante na parte inferior, sem entrada de fone de ouvido de 3,5 mm, 4 microfones
  • Software:  Android 9
  • Portas usuais e botões: USB 3.0 tipo C, botão liga / desliga com sensor de digitais no painel inferior, botões de volume e botão de bloqueio.

Sobre Uanderson Conceição

Chief executive officer (CEO) na empresa Meu-Smartphone. Youtuber, adora praticar Downhill Mountain Bike, entusiasta da natureza e acredita soberanamente em Deus.