Samsung demite milhares de funcionários na China, Europa e América Latina

samsung

A Samsung está trabalhando para simplificar o seu quadro de funcionários mas isso não é tão fácil quando se trata de uma grande multi-nacional que tem postos de trabalho espalhados por todo mundo.

De acordo com o último relatório de sustentabilidade da empresa, o corte de empregos tem acontecido na Europa, China e América Latina, porém, o número de funcionários no sudeste da Ásia e Japão aumentaram substancialmente, que é onde a companhia concentra sua base de planejamento.

O relatório revela que 325,677 pessoas foram contratadas no último ano de 2015, um aumento comparado ao ano de 2014, onde 319,208 foram empregados. O aumento significativo ocorreu justamente no Japão e Sudeste Asiático onde 28,000 pessoas começaram a fazer parte do quadro de funcionários da Samsung.

Por outro lado, houveram demissões em massa desde que a crise mundial de 2008 levou a empresa a demitir 2.500 funcionários da Coreia, país sede da empresa. Na América Latina e Europa, 3.000 pessoas foram demitidas enquanto a China perdeu 12.000 funcionários.

Tendo em vista a grande concorrência que a companhia tem tido com várias empresas Chinesas obtendo sucesso no país. A receita anual da Samsung na China diminuiu de 40,1 trilhões Yuan em 2013, quando era dominante no mercado, para 33 trilhões Yuan em 2014 e 31 trilhões em 2015. Os postos de trabalho da Samsung na China tem seu terceiro ano consecutivo de quedas e pelo visto, tende a continuar.

Fonte: SamMobile

Sobre Uanderson Conceição

Chief executive officer (CEO) na empresa Meu-Smartphone. Youtuber, adora praticar Downhill Mountain Bike, entusiasta da natureza e acredita soberanamente em Deus.